Acordo

Hyundai e Saudi Aramco colaboram em hidrogénio

A expansão do ecossistema de hidrogénio é o foco do memorando de entendimento entre a Hyundai Motor Group e a Saudi Aramco.

A Hyundai reforça a sua aposta no hidrogénio, tendo assinado um memorando de entendimento com a Saudi Arabian Oil Company (Saudi Aramco).

Com este acordo, ambas as empresas criarão condições de expansão do ecossistema de hidrogénio tanto na Coreia do Sul como na Arábia Saudita, não só ao nível do fornecimento de hidrogénio, como também na implementação de estações de reabastecimento nos dois países.

A Hyundai, através do seu vice-presidente executivo, Eui sun Chung, mantém-se convicta numa “sociedade movida a hidrogénio” como a solução mais viável para uma transição energética.

VÊ TAMBÉM: FCA e Hyundai discutem parceria tecnológica para fuel cell e transmissões
Hyundai e Saudi Aramco acordo
Eui sun Chung, Vice-Presidente Executivo da Hyundai Motor Group e Amin Nasser, CEO da Saudi Aramco

A colaboração entre a Hyundai e a Saudi Aramco irá acelerar o progresso para uma sociedade de hidrogénio, expandindo o acesso a uma infraestrutura de hidrogénio robusta e veículos fuel cell. Ambas as empresas são líderes na cadeia de valor do hidrogénio, e a nossa colaboração vai permitir um futuro melhor e mais sustentável, enquanto exploramos negócios e tecnologias para o futuro do setor automóvel.

Eui sun Chung, Vice-Presidente Executivo da Hyundai

Faz tudo parte do compromisso do grupo para com a mobilidade sustentável, a Visão FCEV 2030, que procura criar uma sociedade global de hidrogénio — até 2030 a Hyundai Motor Group quer ter uma capacidade de produção de sistemas fuel cell de 700 mil unidades por ano. Fica a saber mais sobre a Visão FCEV 2030:

VÊ TAMBÉM: A Hyundai e a Kia vão investir ainda mais nos fuel cell

O acordo firmado com a Saudi Aramco não fica restringido ao hidrogénio e fuel cell. As duas empresas colaborarão também na expansão da adoção de materiais não metálicos em múltiplos campos e aplicações, onde se inclui o uso de fibra de carbono e polímeros reforçados com fibra de carbono (CFRP).

Foi ainda referido a cooperação entre as duas empresas na exploração de negócios e outras tecnologias automóveis.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos