Técnica

Hyundai regista patente para chassis com secções em PRFC

Com o recurso a secções em PRFC, a Hyundai pretende baixar o peso dos seus veículos e aumentar a rigidez estrutural do chassis.

Num futuro não muito distante, a Hyundai poderá começar a produzir automóveis com recurso a polímeros reforçados com fibra de carbono (PRFC). Uma inovação que poderá ajudar a controlar o peso do seus modelos e a aumentar a segurança dos ocupantes.

Uma informação que veio a público graças à publicação do registo de patente nos E.U.A.

Como?

Nas imagens, é possível entender onde e como é que a Hyundai pretende recorrer à utilização do PRFC:

A marca coreana pretende produzir as secções dianteiras da chassis, referentes ao pilar A e à zona de separação entre o habitáculo e o motor, neste material compósito. Normalmente, as marcas recorrem ao alumínio e ao aço reforçado na construção desta secção.

Além da redução do peso do chassis e do aumento da resistência à torção, o recurso ao PRFC poderá ajudar os designers da marca a desenhar os pilares A com maior liberdade. Atualmente, os pilares A sobredimensionados (para assegurar a segurança dos ocupantes) é um dos maiores entraves no desenho de um automóvel.

Braided carbon

Braided carbon (ou carbono entrelaçado em português), poderá ser a forma como a Hyundai vai unir estas secções. Trata-se da mesma técnica usada pela Lexus para produzir o chassis do LFA.

Com recurso a um tear controlado por computador, a fibra de carbono é entrelaçada para formar uma peça única.

Uma surpresa?

A Hyundai é única marca a nível mundial que produz o aço dos seus próprios automóveis, daí que o recurso a novos materiais possa ser uma surpresa. Uma vantagem que a marca tem aproveitado em seu benefício nos últimos anos, ao permitir a produção de diversos componentes sob um escrutínio superior e mediante encomendas específicas.

Além de produzir aço para o setor automóvel, a Hyundai é ainda um dos poucos produtores a nível mundial com capacidade para produzir aço de elevada resistência para supernavios e petroleiros.

Mais artigos em Autopédia

Os mais vistos

Pub