Arranque a Frio

Model 3 desclassificado por “eletricidade não ser um combustível aprovado”

Após conquistar o segundo lugar numa prova de Time Attack, este Tesla Model 3 Performance foi desclassificado por não usar "combustível aprovado".

No fim de semana passado ocorreu o Global Time Attack Super Lap, no Buttonwillow Raceway Park, Califórnia. Oportunidade para testar e evoluir o Tesla Model 3 Performance — já com Track Mode, que permite dar mais voltas lançadas —, que se apresentou com modificações no chassis, cortesia da Mountain Pass Performance.

Ao longo da prova, os tempos do Model 3 Performance não pararam de cair, chegando ao final com o segundo melhor tempo da sua classe — chegou até a ser o mais rápido, mas nessa ocasião, ao volante não estava o piloto inscrito, Cameron Rogers, mas sim Sasha Anis, da Mountain Pass Performance e autor deste vídeo.

O caricato aconteceu já na cerimónia do pódio, quando Rogers viu o seu feito contestado por outro piloto, porque a “eletricidade não está listada como um combustível aprovado” nos regulamentos da prova…  Foi a primeira vez que um elétrico participou na prova, pelo que o regulamento tem esta lacuna.

O que acham? Cumprir dos regulamentos à risca, ou apenas mau perder?

RELACIONADO: Bastam umas linhas de código. Model 3 Performance ganha Track Mode

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual a distância máxima percorrida com uma carga por um Tesla Model 3?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Tesla Model 3 fixa novo recorde de autonomia ao chegar aos 975,5 quilómetros

Mais artigos em Notícias