Salão de Paris 2018

Peugeot volta à carga nos híbridos com o 508 e o 3008

A Peugeot apresentou no Salão de Paris as versões híbridas do 3008 e do 508, desta vez associadas a motores a gasolina. O 3008 GT HYBRID4, é "só" o Peugeot de estrada mais potente de sempre.

A Peugeot despediu-se dos híbridos a Diesel e decidiu apostar numa nova geração de híbridos, desta vez em versão plug-in e associados a motores a gasolina, com o lançamento das versões híbridas do 3008, 508 e 508 SW.

Dos três novos híbridos da marca francesa o destaque vai, sem dúvida, para o Peugeot 3008 GT HYBRID4, que anuncia 300 cv de potência. Este valor faz do SUV o Peugeot de estrada mais potente de sempre, com o motor 1.6 PureTech a oferecer 200 cv, aos quais se junta a potência desenvolvida por dois motores elétricos com 110 cv cada. Um deles, posicionado no eixo traseiro (de braços múltiplos), acompanhado por um inversor e um redutor, garantindo tração às quatro rodas.

Nesta configuração o 3008 GT HYBRID4 acelera dos 0 aos 100 km/h em 6,5s e oferece em modo 100% elétrico uma autonomia de cerca de 50 km (WLTP), tudo isto graças ao conjunto de baterias de iões de lítio de 13,2 kWh, localizado por baixo dos bancos traseiros.

Peugeot 3008 HYBRID4
RELACIONADO: Peugeot aposta nos híbridos plug-in com novos 508 HYBRID e 3008 GT HYBRID4

HYBRID: menos potência e duas rodas motrizes

A versão HYBRID, disponível tanto no 3008 como no 508, é sinónimo de duas rodas motrizes e menos potência, com esta a ficar-se pelos 225 cv (180 cv do 1.6 PureTech e 110 cv oriundos de um só motor elétrico). Já quanto aos valores de emissões, estes ficam-se pelos 49 g/km de CO2 na versão HYBRID.

Apesar de dispor de baterias mais pequenas que o 3008 GT HYBRID4, o 508 HYBRID consegue uma autonomia elétrica de 40 km, que pode ser usada até aos 135 km/h (tal como acontece no HYBRID4).

Já os carregamentos, podem ser feitos numa tomada doméstica e demoram entre quatro e oito horas dependendo se são feitos numa tomada de 3,3 kW de 8 A (amperes) ou numa tomada reforçada de 3,3 kW e 14 A.

Peugeot 508 SW HYBRID

Tecnologia ao serviço da autonomia

Para ajudar ao aumento da autonomia elétrica está disponível a função Brake, que permite travar o carro sem tocar no pedal, funcionando como um travão-motor, e recarregando as baterias no processo; o sistema i-Booster, um sistema de travagem pilotada, que recupera a energia dissipada em travagem ou desacelerações; ou a nova função e-SAVE, que permite guardar parte ou totalidade da capacidade das baterias — pode ser para apenas 10 ou 20 km, ou então a autonomia total —, para utilizar mais tarde.

Apesar de terem sido agora lançados vais ter de esperar até ao outono de 2019 para poderes comprar um destes novos híbridos da Peugeot, sendo que os preços só deverão ser conhecidos mais perto do lançamento.

Peugeot 508 SW HYBRID
ESPECIAL: Todas as novidades do Salão de Paris 2018

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos