Supercarros

1000 Ford GT não são suficientes. Vêm mais a caminho

Se não conseguiste comprar um dos 1000 Ford GT produzidos não te preocupes. A marca americana vai fazer mais, alargando a produção do superdesportivo até 2022.

Quando foi apresentada em 2016, a segunda geração do Ford GT estava limitada a apenas 1000 unidades. No entanto, dois anos depois e com todos os carros vendidos a Ford decidiu concretizar os sonhos dos fãs do seu modelo e alargar a produção do superdesportivo por cerca de mais dois anos.

A decisão da Ford deveu-se à enorme procura que o modelo tem tido, com a procura a superar a oferta numa proporção de seis para um. No entanto, nem todos os que querem ter o superdesportivo americano vão poder comprá-lo, pois vão ser produzidas apenas mais 350 unidades.

Por isso, a partir de 8 de novembro e durante um mês a Ford vai reabrir o prazo de candidaturas para a compra do Ford GT em alguns mercados selecionados. Os potenciais proprietários têm de submeter as suas candidaturas através da plataforma FordGT.com.

VÊ TAMBÉM: Conduzimos o Aston Martin DB mais potente de sempre

Série especial a caminho

Apesar da enorme procura não se pode dizer que a segunda geração do Ford GT, animada pelo V6 EcoBoost bi-turbo de 3,5 l, tenha estado livre de problemas. Ainda há pouco tempo a marca americana fez um recall do modelo por haver risco de fugas hidráulicas que podiam originar um incêndio, um problema que afetou quase todos os Ford GT produzidos.

A Ford anunciou ainda a criação da versão Ford GT Heritage Edition, para comemorar os 50 anos das vitórias do Ford GT40 nas 24 Horas de Le Mans. Esta versão vai contar com as cores da Gulf Oil, numa homenagem ao carro que venceu a prova francesa em 1968 e 1969.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Quantos Ford Mustang já foram produzidos?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Ford Mustang. Ícone americano já vendeu 10 milhões de unidades

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos