Ponto final em 2019

Volkswagen anuncia desligar das máquinas. Beetle diz adeus com Final Edition

Ressuscitado em 1998, o Volkswagen Beetle acaba de ver confirmado o fim da produção, 20 anos depois. Mas não sem deixar uma recordação, a Final Edition.

Reedição daquele que foi o verdadeiro “Carro do Povo”, também conhecido como “Carocha”, o Volkswagen Beetle foi uma tentativa da marca de Wolfsburgo de aproveitar o revivalismo que tem atravessado, nos últimos anos, o mercado automóvel. Nomeadamente, recuperando uma designação mítica e carregada de simbolismo.

No entanto, as vendas acabaram por não corresponder às expectativas e, 20 anos depois do lançamento, a Volkswagen anuncia, oficialmente, o fim da produção do Beetle. Mas também, quase 70 anos depois, do “Carocha” original.

Segundo o fabricante, a produção do Beetle será definitivamente interrompida no próximo ano, em 2019, sendo que, ainda antes disso, será lançada uma Final Edition.

Faz swipe na galeria:

Final Edition para recordar

O Volkswagen Beetle Final Edition, que vai estar disponível tanto na carroçaria Coupé, como Convertible, com dois níveis de equipamento — SE e SEL —, terá ainda a particularidade de poder ser encomendada numa de cinco cores já conhecidas — Pure White, Deep Black Pearl e Platinum Grey —, ou então numa de duas novas tonalidades: Safari Uni e Stonewashed Blue.

RELACIONADO: Memminger Roadster 2.7. Aquilo que o Beetle moderno poderia ser

Além desta curiosidade, o Beetle Final Edition surge ainda com novas aplicações em cromado, retrovisores na cor da carroçaria e esguichos aquecidos. As versões SEL apresentam ainda luzes bi-xénon, luzes diurnas e traseiras em LED, e faróis de nevoeiro. Sem esquecer, para ambas as versões, as jantes personalizadas, no caso do SE em liga leve de 17”, ao passo que no SEL de 18”.

Interior de luxo e motor… a gasolina

Já no interior, ambas as versões do Volkswagen Beetle Final Edition contam com botão Start, volante revestido a pele, pedais em alumínio e ar condicionado automático. O SE acrescenta a estes argumentos bancos em couro com desenhos de losangos, enquanto o SEL conta com revestimentos em pele e pespontos exteriores.

Diferenças entre ambos também no sistema de infotainmet, com a versão de entrada a propor de série o Composition Media, ao passo que a mais equipada “prefere” um mais evoluído sistema Discovery Media, acrescido de um sistema de som Fender.

Finalmente e no que a motores diz respeito, uma única motorização, o quatro cilindros 2.0 litros turbo, numa versão de 176 cv, conjugado, única e exclusivamente, com caixa automática DSG de seis velocidades.

Mas, e a Europa?

Único senão: este Volkswagen Beetle Final Edition apenas estará disponível nos EUA, onde terá como preços, para o Coupé com nível de equipamento SE, 23.940 dólares (pouco mais de 20 mil euros), e de 26.890 dólares (23 mil euros) para o SEL. Já o Convertible, começa nos 24.185 euros.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi apresentado o Honda S660 Neo Classic Prototype?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Honda recria S660 com visual retro. Mas só para o Japão

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos