Apresentação

Surpresa! Porsche 935 “Moby Dick” de regresso

A Porsche surpreendeu tudo e todos ao apresentar na Reensport Reunion uma recriação do famoso e histórico 935/78, mais conhecido por "Moby Dick".

Já se realiza um dos eventos mais emblemáticos para os fãs da Porsche, a Rennsport Reunion, no não menos emblemático circuito de Laguna Seca, no estado da Califórnia, nos EUA. É a sexta edição do evento que reúne tudo o que é competição da Porsche — ou seja, há mesmo muito para ver…

Como se não bastasse absorver décadas e décadas de carros de competição da Porsche nas mais variadas disciplinas, a edição deste ano fica marcada pela revelação inesperada de um novo e também muito exclusivo modelo da Porsche.

Trata-se de um tributo ao Porsche 935/78, mais conhecido como “Moby Dick”, recriado para os nossos dias e simplesmente chamado de Porsche 935… e olhem para ele… Também simplesmente arrebatador.

RELACIONADO: Porsche 911 GT2 RS a fundo… que violência!
Porsche 935 2018

Este carro espetacular é um presente de aniversário da Porsche Motorsport para os fãs de todo o mundo. Porque este carro não é homologado, os engenheiros e designers não tiveram de seguir as regras habituais, e assim tiveram liberdade no seu desenvolvimento.

Dr. Frank-Steffen Walliser, Vice-Presidente Motorsport e carros GT
Porquê Moby Dick?
A alcunha de Moby Dick, uma alusão direta ao grande cetáceo branco do romance homónimo, deve-se à sua forma alongada (para reduzir o drag), carenagens massivas e a cor base, branca. O 935/78 "Moby Dick" foi a terceira e última evolução oficial do Porsche 935, cujo objetivo era apenas um: vencer Le Mans. Nunca o conseguiu, mas em 1979, um Porsche 935, não oficial, evoluído pela Kremer Racing, conseguiria o lugar mais alto do pódio.

911 GT2 RS serve de base

Tal como o “Moby Dick” de competição original, baseado no 911, também esta recriação tem como base o Porsche 911, neste caso, o mais possante deles todos, o GT2 RS. E tal como no passado, o 911 vê-se alargado e alongado, sobretudo o volume traseiro, justificando o comprimento total de 4,87 m (+ 32 cm) e a largura de 2,03 m (+ 15 cm).

Mecanicamente, o Porsche 935 mantém o “poder de fogo” do GT2 RS, ou seja, o mesmo flat-six biturbo com 3.8 l e 700 cv de potência, transmitido às rodas traseiras via a conhecida PDK de sete velocidades.

No entanto, a performance em circuito deverá estar alguns patamares acima — os 1380 kg são inferiores em mais ou menos 100 kg ao GT2 RS, graças a uma dieta de fibra de carbono; os travões de aço provém diretamente da competição e integram pinças em alumínio de seis pistões; e claro, a aerodinâmica única.

Porsche 935 2018

O destaque vai todo para a enorme asa traseira, com 1,90 m de largura e 40 cm de profundidade — a Porsche no entanto não refere valores de downforce…

O passado revisitado

Se o 935/78 “Moby Dick” é a referência direta para este novo Porsche 935, a marca alemã “polvilhou” a sua nova máquina com referências a outras das suas históricas máquinas de competição.

Ainda do 935/78, as jantes aerodinâmicas; do 919 Hybrid, as luzes LED nas terminações da asa traseira; os retrovisores são os do 911 RSR atual; e os escapes expostos em titânio são inspirados nos do 908 de 1968.

O interior não escapou ao mar de referências:  o manípulo da caixa de velocidades em madeira laminada é uma referência ao Porsche 917, 909 Bergspyder e ao mais recente Carrera GT. Do 911 GT3 R (MY 2019) recebe o volante em carbono e o painel de instrumentos digital a cores por detrás dele. Além disso, o Porsche 935 pode vir equipado com ar condicionado, como com um lugar para mais um passageiro.

Apenas 77 unidades

Como seria de esperar o Porsche 935 será mesmo algo muito exclusivo. A Porsche define-o como um carro de corrida, mas não está homologado para participar em qualquer competição, assim como não está homologado para andar na via pública.

Apenas 77 unidades serão produzidas, a um preço base de 701 948 euros (sem impostos).

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos