Indústria

Tesla otimista. Recordes de produção e… prejuízos

A Tesla atingiu novo recorde de prejuízos no segundo trimestre, mas o cenário para o resto do ano é, por incrível que possa parecer, otimista.

O que para outro qualquer fabricante de automóveis seriam notícias desastrosas — à volta de 743 milhões de dólares de prejuízo (à volta de 639 milhões de euros) no segundo trimestre do ano —, para a Tesla significou um aumento do valor das ações em bolsa e boas perspetivas para o futuro.

Tal deve-se a uma série de fatores, incluindo até alguns bastante subjetivos, como um pedido de desculpas de Elon Musk aos jornalistas durante a apresentação destes últimos resultados financeiros, devido a uma série de comentários efetuados nos últimos meses — Wall Street aprovou o pedido de desculpas… 

Os restantes fatores são dados bem mais objetivos. Apesar dos avultados prejuízos, são inferiores aos previstos pelos analistas; o volume de negócios subiu de 2,7 para os 4 mil milhões de dólares; e tanto a produção, como as vendas do Tesla Model 3 estão a subir.

RELACIONADO: O Tesla Model 3 “é como uma sinfonia de engenharia”… e lucrativo
Tesla Model 3

Mais Model 3

A Tesla prevê produzir 55 mil Model 3 durante o terceiro trimestre, o que dá pouco mais de 4200 carros por semana, um valor abaixo dos 5000 atingidos na última semana de junho, e mais longe do anúncio dos 6000 para o fim deste mês de agosto. Este número conservador avançado pela Tesla deve-se a eventuais futuras paragens e manutenção da linha de manutenção, mas Elon Musk ainda tem como objetivo atingir a meta das 10 mil unidades por semana, cujo prazo para o atingir foi estendido, recentemente, algures para o próximo ano.

Mas não deixam de ser boas notícias, com a Tesla a anunciar também, que de momento, à volta de 50% do mix de encomendas do Model 3 são para os recentemente anunciados Dual Motor e Performance, variantes bem mais caras, o que faz elevar o preço médio de venda da gama para valores próximos dos 60 mil dólares (à volta de 51500 euros), garantindo muito mais retorno para o fabricante — por outro lado, o Tesla Model 3 de 35 mil dólares continua por aparecer no mercado…

Musk promete uma Tesla lucrativa nos próximos trimestres

Com as peças deste jogo cada vez melhor posicionadas, Elon Musk, numa carta aos investidores, anunciou que espera uma Tesla lucrativa nos próximos trimestres:

Um total de 7000 veículos por semana (inclui todos os modelos), ou 350 000 por ano, deverá permitir à Tesla tornar-se lucrativa de forma sustentável pela primeira vez na nossa história — e esperamos crescer a nossa produção ainda mais no Q3 (terceiro trimestre).

Subscreve o nosso canal de Youtube.

A Tesla vai ter ainda muito a provar nos próximos meses. Terá de conseguir crescer a cadência de produção do Model 3, e mantê-la, para garantir o necessário fluxo de receitas, o que lhe permitirá tornar-se lucrativa, sem recorrer a soluções temporárias e extraordinárias, como uma linha de montagem construída numa tenda externa à sua fábrica de Fremont.

Sabes responder a esta?
Como se chamava o carro de Michael Knight na série "O Justiceiro"?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Não é réplica. O KITT Super Pursuit Mode pode ser teu

Mais artigos em Notícias