Arranque a Frio

Melhor conversão de sempre? Bugatti Veyron apenas com tração traseira

E hoje, algo diferente… Como é que ninguém ainda se tinha dado ao trabalho de converter um Bugatti Veyron a apenas duas rodas motrizes?

Royalty Exotic Cars está de regresso com o Bugatti Veyron, o mesmo que assistimos ao laborioso processo de mudança de óleo, só para evitar uma conta de 21 mil dólares (mais de 18 mil euros) na marca. E agora, após a troca de fluídos, fizeram o impensável: converteram o Bugatti Veyron a tração traseira!

Mas porquê, perguntam vocês? Bem, porque não? O que são 1000 ou 1200 cv e 1250 ou 1500 Nm de binário (respetivamente Veyron “regular” e Super Sport) para os massivos pneus traseiros do Veyron? O Koenigsegg Agera RS tem 1500 cv e duas rodas motrizes e não o impediu de “destruir” o sucessor do Veyron, o Chiron, em aceleração. 

Mas o objetivo do proprietário do carro parece ter sido outro. Duas rodas motrizes num Veyron tornaram-no na mais épica máquina de fazer “piões” e na mais avassaladora forma de destruir um par de pneus. Definitivamente a não perder.

RELACIONADO: 21 mil dólares para mudar o óleo no Bugatti Veyron?! Estão doidos…

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 9h00 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual destes carros não foi concebido com Sergio Marchionne à frente da Fiat?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O bom, o mau e o vilão. Os carros que marcaram a era Marchionne

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos