Arranque a Frio

Porque é que este Alfa Romeo 164 está identificado como 168?

Prestes a comemorar 108 anos de vida, recordamos o topo de gama da Alfa Romeo dos anos 80-90, o 168… Espera… 168?! Não deveria ser 164? O que se passa aqui?

O Alfa Romeo 164 foi o topo de gama da marca italiana durante uma década (1987-1997), e seria substituído pelo 166. No entanto, como as imagens revelam, também houve um Alfa Romeo 168, que não é mais do que um 164 com outra denominação. Mas porquê a mudança de nome?

Numa palavra, superstição. E se falamos em superstição, temos de falar na China, mais precisamente, Hong Kong — ainda hoje são imensamente supersticiosos e a simbologia dos números é levada muito a sério. Algo que a Alfa Romeo descobriu da pior maneira quando verificou que, apesar do interesse gerado, as vendas do 164 simplesmente não descolavam. Tudo por causa dos três algarismos ostentados na traseira.

Não só o número “4” é considerado um número azarado, pois foneticamente soa à palavra “morte”, como a combinação 1-6-4, quando dita em cantonês, significa algo como “quanto mais avanças, mais perto ficas da morte” — nada desejável, associado a um automóvel.

O problema seria rapidamente resolvido trocando o algarismo “4” pelo “8”, que é dos mais afortunados na cultura chinesa — foneticamente assemelha-se a “prosperar”, pelo que agora 1-6-8 soava a algo como “quanto mais avanças, mais prosperas”.  E assim se salvou a carreira comercial do 164… perdão, do Alfa Romeo 168.

RELACIONADO: Conhece todos os planos da Alfa Romeo até 2022

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 9h00 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Quantos cilindros tem o Alfa Romeo 4C?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Alfa Romeo 4C Spider. O carro mais difícil que eu já conduzi

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos