Tecnologia

Pirelli desenvolve novos pneus para o clássico mais caro do mundo

Não existem mais do que 39 unidades, mas tal não impediu a Pirelli de avançar. O fabricante acaba de desenvolver um novo pneu para aquele que é, hoje em dia, o clássico mais caro do mundo: o Ferrari 250 GTO.

Batizado de Stelvio Corsa, este novo pneu Pirelli apresenta fortes semelhanças com o original que o Ferrari 250 GTO exibia de fábrica, embora a nova borracha empregue na construção do pneumático mais recente seja o resultado da mais moderna tecnologia. Isto, com o objetivo de garantir a melhor tração e utilização possíveis.

Solução exclusiva para os poucos 250 GTO ainda existentes, o novo pneu foi concebido segundo os mesmos parâmetros utilizados no fabrico da roda original, de 1960, enquanto complemento da suspensão e restantes características mecânicas do carro. Sendo que, neste processo, até mesmo imagens de arquivo acabaram contribuindo, em conjunto com várias técnicas de produção à medida, para a elaboração de cada conjunto de pneus Stelvio Corsa.

Referir ainda que estes novos pneumáticos serão produzidos numa única medida, ainda que com diferenças entre eixos. Com os pneus da frente a ostentar como medidas 215/70 R15 98W, ao passo que os de trás têm como dimensões 225/70 R15 100W.

RELACIONADO: Ferrari 612 Scaglietti. Antecessor do FF e GTC4Lusso à venda em Inglaterra

Pirelli Stelvio Corsa, a mais recente aquisição da Pirelli Collezione

Para a Pirelli do mais recente produto do género, para disponibilização através da chamada Pirelli Collezione. Pneus criados especificamente para modelos históricos de marcas como a Maserati, Porsche e outras.

No entanto e levando em linha de conta que cada uma das unidades ainda existente do Ferrari 250 GTO atinge valores de mercado acima dos 40 milhões de euros, não temos dúvidas que um novo jogo de pneus, nem que seja para guardar, será sempre bem-vindo.

Sabes responder a esta?
Que tipo de prática se deve ter para garantir uma maior longevidade da válvula EGR?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Diesel. Como evitar problemas no filtro de partículas, EGR e AdBlue

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos