Restomod

Jaguar XJ6 do baterista dos Iron Maiden transformado pela Jaguar Classics

Numa altura em que o Jaguar XJ6 comemora 50 anos, a Jaguar Classic decidiu dar prova das suas capacidades, transformando o icónico XJ6 de 1984 de Nicko McBrain, baterista dos Iron Maiden.

Entusiasta da marca do felino, Nicko McBrain decidiu colocar o seu Jaguar XJ6 Série 3, de 1984, nas mãos da divisão de clássicos da marca britânica, para uma verdadeira operação de restomod — basicamente, dotar o seu clássico de todas as mais recentes tecnologias à disposição na marca, com vista a melhorar o desempenho, o conforto e a segurança.

O carro do baterista dos Iron Maiden — esteve em exposição no espaço da Jaguar, no Salão Automóvel de Genebra —, foi assim alvo de trabalho aturado por parte dos técnicos da Jaguar Classic, em Coventry.

Os quais despenderam mais de 3500 horas no evoluir dos principais componentes e tecnologias, refizeram ou substituíram mais de 4000 peças, acabando por promover substanciais modificações no exterior, interior, mecânica, transmissão e suspensão.

Jaguar XJ6 III baterista Iron Maiden 2018

“Este é o meu XJ de sonho — o meu terceiro e muito amado ‘Johnny 3’. E que é o resultado do amor que existe entre mim e a Jaguar”, comentou Nicko McBrain, destacando a excelência do “trabalho artesanal conseguido pela equipa da Jaguar Classic”. De resto, “não podíamos ter escolhido melhor altura, o ano em que se comemora o 50.º aniversário do XJ — o meu favorito entre os diferentes modelos da Jaguar”.

Jaguar XJ6 com carburadores do E-Type e… suspensão traseira adaptativa

Contando com uma série de componentes oriundos do primeiro XJ de Nicko, como é o caso da estatueta do Jaguar no topo do capot ou a ignição original, o XJ6 do baterista dos Iron Maiden recebeu, igualmente, alterações ao nível do motor.

Destaca-se a adoção de três carburadores SU de duas polegadas provenientes de um E-Type, os quais foram acoplados ao seis cilindros em linha de 4.2 litros original. Também recebeu um novo sistema de escape de quatro ponteiras.

Já a suspensão, foi igualmente evoluída, nomeadamente, com a inclusão de amortecedores traseiros ajustáveis, ao mesmo tempo que a carroçaria foi adaptada para poder receber novas jantes de 18 polegadas, equipadas com pneus Pirelli PZero 235/45 R18.

Jaguar XJ6 III Baterista Iron Maiden 2018
RELACIONADO: Jaguar I-Pace. O primeiro elétrico da marca já tem preços para Portugal

Vários pormenores novos

Ainda no exterior, pára-choques e retrovisores novos, várias aplicações metalizadas, luzes de presença laterais — como é exigido no mercado americano —, pegas das portas importadas do XJ Série 2 e faróis dianteiros com luz diurna embutida, além de soleiras das portas e botões das portas traseiras modificados. Tudo isto, acompanhado de uma pintura específica e única.

Jaguar XJ6 III Baterista Iron Maiden 2018

Transformação ainda maior no interior, com destaque para a introdução de bancos em pele e carpetes, ambos produzidos de forma artesanal, além de aplicações em Alcantara. No tablier, foi utilizada a mesma pele dos tambores da bateria favorita de Nicko, e no volante de três raios, sobressai a mascote do baterista, denominada “Eddie Growler”, e que já havia sido utilizada no Jaguar XKR-S de 2013 — este último, também feito à medida do músico dos Iron Maiden (vê o vídeo abaixo).

Conforto e tecnologia de vanguarda

Mas, porque o conforto e a tecnologia são igualmente aspetos valorizados nas berlinas de luxo de hoje em dia, assistimos, igualmente, a melhoramentos nos bancos e insonorização deste Jaguar XJ6, além da introdução de um ar condicionado topo de gama, sistema de infotainment com ecrã tátil e sistema de navegação por satélite, telefone e câmara traseira.

Sem esquecer o “obrigatório” sistema de som com uma capacidade de 1100 watts, comandos em alumínio, amplificadores Marshall, a juntar ao pormenor dos pedais cromados e em borracha, inspirados no pedal da bateria de Nicko McBrain.

Jaguar XJ6 III Baterista Iron Maiden 2016

Criar este XJ “Greatest Hits”, que foi também o materializar do sonho do seu proprietário, foi uma recompensa extraordinária também para a equipa da Jaguar Classics. Foi um prazer trabalhar com o Nicko e estamos desejosos de conhecer as reações do projecto.

Tim Hannig, diretor da Jaguar Land Rover

Sabes responder a esta?
Qual a autonomia máxima do novo Jaguar i-Pace?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Jaguar I-Pace. 400 cv e 480 km de autonomia para o primeiro elétrico da Jaguar

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos