Arranque a Frio

Quando os carros “voavam” na Fórmula 1

É difícil imaginar que houve uma época onde os Fórmula 1 não apresentavam qualquer tipo de adereços aerodinâmicos para os segurar ao asfalto como hoje em dia. Recuemos a 1967, ao Grande Prémio da Alemanha, no Nürburgring.

Carros de Fórmula 1 a voar? Bem vindos a 1967, Alemanha. Sim, já passaram 51 anos desde então e o contraste com a Fórmula 1 atual não podia ser mais gritante.

O que é notável neste vídeo é o que não aparece. O “inferno verde” mais parece uma estrada secundária: nem bermas ou corretores nas curvas. O drama visual dos carros de F1 atuais não podia contrastar mais com os de 1967, não existindo qualquer tipo de apoio aerodinâmico — seria só no ano seguinte que os apêndices aerodinâmicos chegariam à disciplina, através da Lotus.

O resultado está à vista e o filme dá-lhe imenso destaque: os carros, numa zona particular da pista, simplesmente perdiam contacto com o solo. Um valioso e delicioso pedaço da história da Fórmula 1, sem dúvida, imperdível!

 

RELACIONADO: Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2018 começa já este fim de semana

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 9h00 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Testámos todos os Mazda MX-5. Qual é que achámos o melhor?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Qual é o melhor Mazda MX-5? Testámos todas as gerações

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos