Clássicos

Três milhões de euros em clássicos ao abandono. Porquê?

Um raríssimo Ferrari 275 GTB e um Shelby Cobra, deixados ao abandono numa garagem desde 1991. Segura as lágrimas porque 27 anos depois eles estão a salvo. Conhece a história.

Parece impossível. Mas não é a primeira vez, nem será a última, que são encontrados clássicos abandonados à sua sorte. Hoje relatamos mais um desses casos.

Uma garagem nos EUA, Carolina do Norte, fechada a “sete chaves” desde 1991. Lá dentro? Imagina… Um Ferrari 275 GTB e um Shelby Cobra, para além de um BMW Série 3 (E30), um Morgan com motor V8 e ainda um Triumph TR-6.

Contudo, se há histórias que se resumem ao facto dos automóveis terem sido encontrados, neste caso temos a história completa e o motivo pelo qual foram “abandonados” à sua sorte.

Quem os descobriu foi Tom Cotter, um “caçador de raridades”, depois de ter sido contactado por um amigo do proprietário dos veículos. O local onde os clássicos estavam ao abandono recebeu uma ordem de demolição pelas autoridades.

VÊ TAMBÉM: Os clássicos e o doce sabor da nostalgia

O fiel proprietário

O proprietário dos clássicos tinha especial gosto em conduzir qualquer um dos seus modelos. Quem não teria, certo? Para que os automóveis estivessem sempre prontos para qualquer volta, havia no entanto um mecânico de confiança, responsável pela manutenção dos carros.

Infelizmente, após um acidente de mota, o mecânico acabou por falecer. Supostamente o proprietário não conseguiu encontrar alguém de confiança para substituir o anterior mecânico, adiando constantemente a decisão de encontrar alguém.

Os carros foram ficando parados, desde 1991, sem um novo mecânico que se encarregasse da manutenção dos mesmos, e mantiveram-se então na garagem de onde agora foram “recuperados”. Parece-vos uma história credível?

Valor considerável

Depois de Tom Cotter ter tido acesso ao espaço onde permaneciam estas raridades, e juntamente com uma companhia de seguros especializadas em carros antigos de elevado valor, conseguiu chegar a um valor para este tesouro sobre rodas. Só o Ferrari 275 GTB e o Shelby Cobra, os dois mais valiosos, estão avaliados em cerca de 4 milhões de dólares, mais de três milhões de euros.

Comparando com estes dois, o valor dos restantes três serão apenas mais uns trocos.

Abandonados como novos

O Ferrari 275 GTB, foi um modelo fabricado entre 1964 e 1968. Foram fabricados apenas 970 unidades, em diferentes versões de carroçaria, todas com um motor V12 de 3.3 litros e 300 cv. Dos 300, apenas 80 tinham carroçaria em alumínio. O 275 GTB encontrado era precisamente um desses 80. Também a cor cinza prata é a mais rara para este modelo, que tinha ainda uma dianteira mais longa com faróis cobertos por uma lente em acrílico.

Como se tudo isto não fosse já suficiente para se revelar fascinante, o conta quilómetros do Ferrari marcava, apenas, 20.900 kms.

E o que dizer de um Shelby original, com motor V8 com cerca de 430 cv, construído pelo próprio Carroll Shelby, importados por ele do Reino Unido e vendidos nos anos 60? Estima-se que não existam sequer 1000 exemplares destes, e em estado original muitos menos existirão. Uma vez mais, o Shelby marcava cerca de 30 mil quilómetros percorridos.

Apesar dos ninhos de ratos e teias de aranha, todos os carros se encontravam originais e em relativo bom estado.

Destino

Todos os carros tiveram que ser retirados para que a demolição da garagem onde permaneciam pudesse avançar, e tudo indica que o seu destino seja um leilão da Gooding & Company, a decorrer no próximo dia 9 de março. Qualquer uma destas peças de coleção será vendida exatamente como foram encontradas, podendo até aumentar o valor de cada um, já que se encontram em estado original.

Neste último vídeo, podes ver o processo de remoção de cada um dos carros da garagem onde permaneciam desde 1991, feita com toda a precaução dado o valor de cada uma destas raridades de quatro rodas.

Sabes responder a esta?
Como se chama o rival do Range Rover, produzido nos anos 80 pela Rayton-Fissore?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Magnum. O super SUV dos anos 80 que ninguém conhece

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos