Arranque a Frio

Faz hoje 60 anos que o Porsche 550 Spyder deixou de ser produzido

28 de janeiro de 1958. O dia em que um dos modelos mais icónicos da Porsche deixou de ser produzido.

O “Arranque a Frio” muda todos os dias de temática. Ontem o tema foi uma Piaggio Ape 50 com um alentejano aos comandos, e hoje o assunto não podia ser mais distinto. Vamos falar do Porsche 550 Spyder.

Chegou a ser chamado de “Giant Killer”, ou em bom português, de “Tomba-Gigantes”, por se superiorizar a máquinas bem mais possantes.

Passamos das calmas planícies alentejanas, para a agitação da competição com o Porsche 550 Spyder: um dos mais marcantes e icónicos modelos da marca de Estugarda. Imortalizado por lendas como James Dean e Lew Bracker, o Porsche 550 Spyder é um dos modelos mais apreciados na história da Porsche. E foi há exactamente 60 anos, no dia 28 janeiro de 1958, que o último exemplar deste modelo foi fabricado.

Imagem de James Dean ao volante de um desportivo, retirada do documentário “The James Dean Story”. Créditos: Warner Bros
RELACIONADO: Porsche 550A Spyder atinge recorde em leilão

Esperamos que tenhas um excelente dia! Amanhã há mais um “Arranque a Frio” aqui na Razão Automóvel.


Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 9h00 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel em menos de 200 palavras.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos