Clássicos

Porsche 901 n.º 57. Marca alemã expõe o seu mais antigo 911

Modelo incontornável na historia da marca alemã, a Porsche tem em exposição o seu mais antigo 911 de sempre — de quando ainda se chamava Porsche 901.

Local privilegiado para conhecer a história de um dos mais famosos construtores alemães de desportivos, o Porsche Museum, em Estugarda, acaba de adicionar mais uma importante jóia à sua já muito rica exposição. Nada mais, nada menos, que o mais antigo 911 conhecido, ou melhor, um dos primeiros Porsche 901 construídos, ainda antes da mudança de nome.

Porsche 901 #57

Esta quinta-feira abre portas uma nova exposição, a que foi dada o nome de “911 (901 No. 57) — A Legend Takes Off”. Como elemento principal terá este carro que foi, conforme o próprio nome da exibição indica, o 57.º 901 a sair da linha de produção da fábrica de Estugarda. E que agora volta a mostrar-se ao público, mais de 50 anos após ter sido construído.

RELACIONADO: Porsche 911 híbrido confirmado. Mas só para 2024

Apresentado, pela primeira vez, no Salão Automóvel de Frankfurt de 1963, 901 foi a primeira denominação adotada pelo, hoje em dia, famoso 911. No entanto, uma disputa de propriedade com a Peugeot, relativamente à utilização do número zero entre dois algarismos, acabou por levar a Porsche a trocar o “0” pelo “1”. Passando, a partir daí, a chamar 911 ao seu modelo.

Porsche 901 descoberto num barracão abandonado

Primeiro Porsche 901 a ser publicamente exibido no museu da marca, esta unidade foi descoberta em 2014, juntamente com outro 911, por uma equipa de TV, num barracão abandonado, em plena Alemanha.

Porsche 901 #57

Na altura, a equipa de televisão contatou, de imediato, o museu da Porsche, o qual, após observação atenta do carro, descobriu o número 300 057 no chassis. Número que correspondia a uma das unidades originais do hoje em dia 911, ainda na fase em que se chamava 901.

Confirmada a descoberta, os responsáveis do museu avançaram para a compra dos dois carros, assumindo, a partir daí, o restauro de ambos, segundo as especificações originais.

Porsche 901 #57

Ainda segundo a Porsche, o processo de restauro deste 901/911 demorou três anos, tendo sido utilizadas uma série de peças genuínas na sua reconstrução, retiradas de unidades iguais, embora produzidas em datas posteriores. Quanto ao motor, transmissão e interior, foram recuperados segundo as especificações originais.

Já completamente restaurado, o Porsche 901 n.º 57 vai agora ficar em exibição no Porsche Museum, em Estugarda, embora com data de recolha já estipulada: 8 de abril de 2018. Até porque, depois de um tão longo abandono e uma igualmente prolongada recuperação, também já ganhou o direito a um tranquilo retiro…

Porsche 901 #57
Sabes responder a esta?
Qual era o sonho do explorador irlandês Ernest Shackleton?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Hyundai Santa Fe. Concluir uma expedição com mais de 100 anos

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos