Antevisão

Novo Renault Megane RS deixa-se descobrir no registo de patentes

A divulgação de imagens do registo de patentes permitiram ver em primeira mão como será o aspeto final do novo Renault Megane RS.

Estamos a dois meses de distância da apresentação oficial do Renault Megane RS e as expetativas são grandes. Conseguirá o novo modelo da Renault Sport recuperar o recorde do Nürburgring ao Honda Civic Type R? Conseguirá voltar a ser a referência dinâmica dos hot hatch?

Até agora a informação sobre o futuro modelo tem sido escassa. A revelação prometida no último Grande Prémio do Mónaco acabou por saber a pouco, já que as especificações finais não foram divulgadas, e apenas vimos um modelo camuflado.

Felizmente, existe o registo de patentes. E é através deste registo que nos permite ver, em antecipação e de todos os ângulos, o novo Renault Megane RS. As imagens, publicadas pela World Intellectual Property Organization (WIPO), permitem ver um modelo que carrega na agressividade visual relativamente ao Megane GT. Mas sem cair nos exageros do rival japonês.

Tal pode ser observado, sobretudo, nos novos para-choques dianteiro e traseiro, de desenho mais agressivo. Na frente vemos entradas de ar de maiores dimensões de desenho específico, e atrás, além de duas pequenas saídas de ar nas extremidades laterais, podemos observar uma única saída de escape central ladeada por difusores traseiros.

É também possível observar saídas de ar por detrás dos arcos de roda dianteiros e as jantes de desenho exclusivo. Por fim, tanto as óticas dianteiras como traseiras apresentam um novo preenchimento interno.

O que sabemos do Megane RS

Estas imagens não vieram acompanhadas com informação adicional sobre as características do Megane RS. Por isso, ainda não sabemos com certeza absoluta se o motor será uma evolução do 2.0 ou uma versão vitaminada do 1.8 litros estreado no Alpine A110.

Se a Renault quer realmente voltar a ter o recorde do Nürburgring, seja qual for o motor, sabemos que terá de apresentar valores a norte dos 300 cavalos.

Independentemente do nível de potência, é certo que a nova máquina terá à escolha duas caixas de velocidades: uma manual e uma de dupla embraiagem. No que toca ao chassis, os rumores apontam para o recurso ao sistema 4Control, que permite alguma direcionalidade no eixo traseiro – potenciando a agilidade e estabilidade -, tal como no Megane GT.

Por falar no Megane GT…

Parece que a chegada do Renault Megane RS coincidirá com uma atualização do Megane GT. Nas imagens divulgadas no registo de patentes, o renovado Megane GT apresenta novas óticas dianteiras e traseiras – as mesmas do Megane RS -, e novos para-choques dianteiros, de desenho mais agressivo.

Demasiado cedo para uma atualização? Talvez. Para justificar uma atualização tão precoce no ciclo de vida do modelo, além das novidades estéticas, aproximando-o do RS, a Renault poderá estar a preparar algo mais para o GT. A nossa aposta é a substituição do 1.6 Turbo de 205 cavalos pelo 1.8 Turbo de 225 cavalos, de origem Alpine, tal e qual vimos na Renault Espace.

De resto, oficialmente, teremos de esperar por 12 de setembro, no Salão de Frankfurt, para assistir à revelação final do Renault Megane RS.

Sabes responder a esta?
Qual o tempo do Honda Civic Type R no Nürburgring que o Renault Megane RS terá de bater?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Honda Civic Type R é o tração dianteira mais rápido no Nürburgring

Pub