Desporto Motorizado

Mercedes-Benz construiu um 190 E 2.5-16 Evolution II para ser abusado em circuito

A Mercedes-Benz construiu um 190 E 2.5-16 Evolution II com as mesmas especificações do modelo de DTM, para o conduzir sem receios nos «trackdays».

Não foi apenas a BMW que conquistou os corações dos entusiastas e os circuitos de competição com o primeiro M3 (E30), no final da década de 80 e início da de 90.

Conheçam a sua némesis: o Mercedes-Benz 190 E 2.5-16 Evolution II. Um visual radical, mas aerodinamicamente eficaz, motor com o toque mágico da Cosworth e pouco mais de 500 unidades produzidas, tornando-o num dos especiais de homologação mais desejados. Interessados num? Preparem-se para desembolsar valores sempre acima (muito acima) dos 100 mil euros.

A versão de competição, construída originalmente sob os regulamentos do Grupo A, que fez carreira no DTM, é ainda mais rara e valiosa. Não correndo o risco de danificar tão preciosos exemplares em eventos para automóveis de competição históricos, a marca da estrela não foi de meias medidas. Arregaçou as mangas e construiu o 190 E 2.5-16 Evolution II com as mesmas especificações do modelo de competição, para o usar – sem medos – quando é hora de pisar o asfalto de um circuito.

Tal como os originais, este Evolution II não se fica pelos 235 cv da versão de estrada, debitando os mesmos 370 cavalos da versão que discutia as vitórias no DTM (Deutsche Tourenwagen Masters). Fazendo jus à lenda, o Mercedes-Benz 190 E 2.5-16 Evolution II foi um dos modelos mais bem sucedidos no DTM, chegando à vitória no campeonato em 1992, dominando-o com 16 vitórias em 24 corridas disputadas.

É definitivamente um dos pontos altos dos eventos realizados pela Mercedes-Benz Classic, onde se incluem os trackdays, que permitem aos seus participantes conduzir livremente os seus próprios carros. Os próximos trackdays, organizados por outra lenda do DTM, Jörg van Ommen, acontecerão a 3 de agosto no circuito de Zolder, na Bélgica, e a 19 de setembro em Oschersleben, na Alemanha.

RELACIONADO: Conduzir um Mercedes-Benz CLK GTR como se fosse um carro de rali? Desafio aceite!

As inscrições estão abertas no website Jörg van Ommen Motorsport, com o número de participantes limitado a 45. Os preços iniciam-se nos 650 euros para o trackday de Zolder e 780 euros para o de Oschersleben, mas incluem, além de um dia completo em circuito, serviço de catering.

Mercedes-Benz 190E 2.5-16 Evolution II - recriação

Atualizado a 24/07/2017: Colocação de novas imagens. Por lapso, as imagens colocadas originalmente neste artigo não eram as do carro mencionado.

Sabes responder a esta?
Quantas unidades foram produzidas do Mercedes-Benz CLK GTR Super Sport?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Mercedes-Benz CLK GTR Super Sport. Só 5 foram produzidos

Mais artigos em Notícias