Supercarros

McLaren P15 chega já em 2017. Se pensavam que o McLaren P1 era rápido…

Conhecido, para já, como McLaren P15, este projeto vai dar origem a um carro de estrada 100% focado em pista. Teremos novidades no próximo Salão de Genebra?

Surpresa! Vem aí mais um elemento da Ultimate Series da McLaren. De acordo com a Autocar, está a ser desenvolvido em Woking, no Reino Unido, um novo superdesportivo: o McLaren P15. A mesma publicação já tinha antecipado o lançamento do BP23, mais focado na condução em estrada e previsto para 2019.

P15 – nome de código que não será o nome final – apelida para já o novo projeto da McLaren, que vai dar origem a um modelo road legal mas a pensar nos tempos em pista.

Prioridade máxima? Performance, claro

À partida para este projeto, o desafio colocado pelos responsáveis da McLaren aos engenheiros da marca foi claro: fazer o carro de estrada mais focado em pista de sempre. Ou, por outras palavras, dar prioridade máxima à performance. Tudo o que os engenheiros queriam ouvir…

Tudo indica que o McLaren P15 vai estar equipado com uma versão incrementada do bloco 3.8 litros V8 twin-turbo que encontramos no McLaren P1 (imagem em destaque), acoplado à mesma caixa de sete velocidades do novo 720S. A expectativa é que este motor possa chegar aos 800 cv de potência, superando os 737 cv do motor de combustão do P1 – com o motor elétrico em funcionamento o P1 pode chegar aos 903 cv.

Contudo, é na balança que o McLaren P15 promete fazer a diferença. Devido (em parte) à nova Monocage II, a nova geração da estrutura em fibra de carbono da McLaren, estreada no 720S, tudo indica que o desportivo vai pesar menos de 1300 kg. Uma diferença substancial face aos 1547 kg do P1, também justificada pela ausência da componente híbrida – motor elétrico e baterias.

E no que toca à performance em linha recta, a relação peso-potência do McLaren P15 deverá permitir superar os 2.8 segundos dos 0-100 km/h do P1, e quem sabe até aproximar-se dos 2.5 segundos do P1 GTR.

Por último, e efetivamente menos importante (neste caso), o design ficará a cargo de Rob Melville, que assumiu o cargo de diretor de design da marca em maio. Para já, os detalhes são escassos, mas sendo a performance o objetivo primordial, todos os elementos do carro terão uma função prática – é de esperar uma asa traseira de proporções bíblicas e muita fibra de carbono. No interior, apenas o essencial.

Chega já em 2017

Sem surpresa, o McLaren P15 deverá estar limitado a uma produção de cerca de 500 unidades. A apresentação deverá ocorrer ainda este ano, mas com um pequeno pormenor – será exclusiva a um leque restrito de clientes da marca. A apresentação pública só deverá acontecer em março do próximo ano, aquando da realização do Salão de Genebra.

À semelhança do que aconteceu com o McLaren P1, há a possibilidade do P15 poder dar origem a uma variante exclusiva para circuitos, o P15 GTR, que seria ainda mais limitado – o P1 GTR foi construído apenas em 58 unidades. A confirmar-se e sem ter de cumprir qualquer tipo de regulamentos, esta variante poderia ser ainda mais leve.

Mclaren P1 GTR
Mclaren P1 GTR.

Sabes responder a esta?
O McLaren 650S foi substituido pelo...
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

McLaren 720S apresentado em Genebra. E agora, inglês ou italiano?

Mais artigos em Notícias