Antevisão

E lá vamos nós outra vez: Mazda RX-9 em 2019?

Já começa a ser uma piada... os últimos rumores apontam para um novo modelo da saga RX da Mazda para o próximo Salão de Tóquio. Será mesmo assim?

Consultando os arquivos da Razão Automóvel, deu para encontrar uma mão cheia de artigos sobre o sucessor do Mazda RX-7 ou RX-8, marcando o regresso do motor Wankel. Regresso que temos anunciado desde 2014, para o desmentirmos, através de declarações oficiais da marca, poucas semanas depois.

E tem sido assim até hoje. Um dia existe um sucessor para o RX-7 e para o RX-8, no outro, o Wankel passa a ser nada mais que um capítulo fechado na história da Mazda e dos motores de combustão interna. Bem, com uma grande dose de cepticismo, fica mais um episódio da saga Wankel e dos modelos RX da Mazda.

Este ano marca o 50º aniversário do primeiro modelo da Mazda equipado com o motor rotativo Wankel. O Mazda Cosmo Sport ou 110S foi lançado em 1967 e iniciou o legado do Wankel na marca nipónica, que terminaria em 2012, com o fim de produção do Mazda RX-8.

Tendo em conta tão importante aniversário, têm sido numerosos os rumores de que a Mazda aproveitaria a ocasião para apresentar o próximo capítulo da saga Wankel. Será mesmo assim?

Entra em cena o RX-9

O último rumor aponta para que no próximo Salão de Tóquio, a decorrer no final de outubro, a Mazda apresente um concept que antecipa de forma fidedigna um novo modelo RX, que iniciaria a sua comercialização em 2019. Chamemos-lhe RX-9 para bem do argumento.

Segundo este último rumor, o Mazda RX-9 teria como inspiração o impressionante RX-Vision (nas imagens), o concept de 2015, e recorreria a um novo motor rotativo, do qual se conhece uma patente de 2016.

O denominado SKYACTIV-R seria composto por dois rotores de 800 cm3 cada, e seria sobrealimentado através de um turbo de acionamento elétrico que funcionaria nos regimes mais baixos e outro, convencional, de maiores dimensões, para lidar com os regimes mais elevados. Fala-se em 400 cavalos e, aparentemente, todos os problemas relativamente ao consumo de óleo e cumprimento das normas de emissões estariam resolvidos.

Tal como o RX-Vision, o RX-9 seria um coupé desportivo, de dois lugares ou com uma configuração 2+2, e tornar-se-ia também o mais caro Mazda de sempre.

E o Mazda “Stinger”?

Durante a apresentação do novo Mazda CX-5 em Barcelona tivemos conhecimento de que a Mazda apresentará realmente algo novo, muito provavelmente um concept, durante o Salão de Tóquio. Sobre um novo desportivo, como referimos acima, nem uma palavra, mas uma comparação com o Kia Stinger, a impressionante berlina desportiva de tração traseira dos coreanos, foi mencionada. Será que o rumor RX-9 e este “Stinger” serão o mesmo automóvel?

Bem, teremos de esperar até outubro para tirar todas as dúvidas. Até lá, o mais certo é assistirmos a outra declaração oficial da Mazda a referir que não haverá mais modelos equipados com motor Wankel. Apesar deste motor ainda continuar a ser desenvolvido, como o registo recente de patentes o demonstra.

E não esqueçamos que o mais provável é que o motor Wankel regresse, não como o principal meio de locomoção de um novo modelo, mas como um extensor de autonomia para um veículo elétrico que, coincidência, está confirmado para 2019.

 

Sabes responder a esta?
Qual foi a primeira marca a comercializar automóveis com motores Wankel?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Não foi só a Mazda que usou motores Wankel

Mais artigos em Notícias