Revelado

SEAT Arona. O novo trunfo da SEAT no segmento dos SUV compactos

O SEAT Arona junta-se aos novíssimos Citroen C3 Aircross e Hyundai Kauai no concorrido segmento B SUV. Conhece aqui todos os pormenores.

A SEAT acaba de apresentar o seu mais recente modelo, o SEAT Arona. Um SUV Compacto, posicionado abaixo do Ateca, equipado com a melhor tecnologia disponível no grupo Volkswagen – leia-se, plataforma MQB-A0 e motores de última geração.

O novo Arona é também o terceiro lançamento da marca espanhola em 2017, depois da atualização feita ao Leon e da nova geração do Ibiza. É a maior ofensiva de produto de sempre da SEAT, como reforçou Luca de Meo:

Com a nossa maior ofensiva de produto, e logo que o grande SUV chegue ao mercado, a SEAT terá tido um ritmo de lançamentos de um novo veículo a cada seis meses durante dois anos e meio. A SEAT destinou um total de 900 milhões de euros em investimento e I&D aplicáveis ao Ibiza e ao Arona. Este valor representa uma parte de um investimento total de 3.3 mil milhões de euros que serão aplicados no período entre 2015 e 2019.

Luca de Meo, presidente da SEAT
Luca de Meo, presidente da SEAT, ao lado do novo SUV da marca, no final da apresentação aos jornalistas.

Mais alto e comprido que o Ibiza

Produzido na conhecida fábrica da SEAT em Martorell, Espanha, o novo Arona é fruto da plataforma MQB-A0 do Grupo Volkswagen, tal como a nova geração do Ibiza. Uma estrutura que permite, segundo a marca espanhola, melhorar os índices de habitabilidade e volumetria da bagageira – 400 litros de capacidade.

Em termos de dimensões, o SEAT Arona tem 4,138 mm de comprimento, mais 79 mm do que o novo Ibiza. Mas a maior diferença está na altura: os 99 mm de diferença permitem oferecer mais espaço livre para a cabeça à frente e atrás, enquanto que a suspensão elevada em 15 mm garante uma maior altura ao solo no SEAT Arona.

SEAT Arona
No pilar C sobressai o gráfico “X” gravado na superfície metalizada. O objetivo foi salientar o estilo crossover.

Esteticamente, o novo SUV da SEAT segue a mesma fórmula do Ateca, principalmente na secção dianteira. Mas o Arona está longe de ser um baby Ateca: os arcos das rodas assumem formas mais curvilíneas e os vincos nos flancos da carroçaria são bastante diferentes, enquanto que o tejadilho (e os pilares A e C) em preto confere um look mais expressivo. Já a assinatura luminosa em LED é emprestada do Ibiza.

No interior, semelhanças com o novo Ibiza são por demais evidentes. O conceito de consola elevada e o estilo de certa forma minimalista faz com que todos os comandos sejam de fácil alcance.

Como resposta à tendência para que os clientes exijam cada vez mais uma maior personalização nos seus veículos, o novo Arona oferece 68 combinações de cores, com destaque para o laranja Eclipse.

Quanto ao pacote tecnológico, o SEAT Arona possui todos os sistemas de assistência à condução e de infotenimento disponíveis na SEAT: Cruise Control Adaptativo, Hill Hold control, Deteção de Fadiga, Sensores de Chuva e de Luz, Travagem Automática de Multicolisão, Keyless Entry e Start System, câmara traseira de elevada definição e carregador wireless com amplificador de sinal GSM, entre outros.

Chega a Portugal em Outubro

O SEAT Arona chega ao mercado nacional com três motores a gasolina: 1.0 TSI tricilíndrico com 95 cv, associado a uma caixa manual de cinco velocidades, uma versão do mesmo motor com 115 cv acoplada a uma caixa de seis velocidades ou a uma transmissão de dupla embraiagem DSG, e o novo 1.5 TSI de 150 cv, que já conhecemos do Golf, com a tecnologia ativa de desativação de cilindros (associada exclusivamente ao nível FR).

Nas opções Diesel encontramos o motor 1.6 TDI com dois níveis de potência: 95 ou 115 cv. O SEAT Arona terá a sua apresentação pública no Salão de Frankfurt, em setembro, e no final do mês seguinte deverá chegar ao mercado nacional, ainda com preços por revelar.

Sabes responder a esta?
Que clássico da SEAT sofreu recentemente um restauro oficial?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Automobile Barcelona. O SEAT 600 está de volta!

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos