Antevisão

Volvo Polestar com “handling by Lotus”?

A Geely, grupo que detém a maioria do capital da Volvo desde 2010, adquiriu também a Lotus. Quais serão as possibilidades para o construtor sueco?

A pequena Lotus tem agora como acionista maioritário o «gigante chinês» Geely. E considerando a evolução da Volvo após ter sido adquirida pela Geely, as expectativas sobre o futuro da Lotus acabaram de subir em flecha.

A marca de desportivos britânica é famosa pela sua perseguição aos quilos desnecessários e pela dinâmica referencial dos seus produtos. Além disso, os serviços da Lotus têm sido muito requisitados no desenvolvimento de chassis, mecânicas e até de veículos para outros construtores.

Handling By Lotus - Proton Satria Neo

Alguns de forma mais visível, como os referenciais Lotus Cortina ou o Lotus Omega, ou mais recentemente o Tesla Roadster. Outros de forma mais subtil, onde por vezes um discreto “handling by” Lotus é adicionado à descrição dos modelos. E outros até, em que apenas descobrimos anos mais tarde o envolvimento da Lotus.

Exemplos da preciosa intervenção da Lotus podem ser encontrados em modelos desconhecidos como o Isuzu Piazza, ou outros mais conhecidos como a primeira geração do Toyota MR-2. A lista continua com o DeLorean DMC-12 (o mesmo da triologia Regresso ao Futuro), o todo poderoso Nissan GT-R (R34), ou o hot-hatch da casa mãe Proton Satria GTI.

A Volvo e a Lotus

Fechando o círculo também a Volvo já recorreu aos préstimos da Lotus, com os britânicos a colaborarem no desenvolvimento da suspensão e dinâmica do Volvo 480. E hoje temos a Lotus e a Volvo debaixo do mesmo tecto!

Roger Wallgren, o responsável pelo desenvolvimento dinâmico do novo Volvo XC60, em declarações à publicação australiana Drive, já deixou a porta aberta aos especialistas da Lotus.

Porque não? Não vejo nenhum problema em usar o conhecimento deles. Penso que os seus conhecimentos podem ser aplicáveis em qualquer cenário. Precisamos de ter um diálogo - podemos trocar conhecimentos com eles e vice-versa.

Roger Wallgren, Team Leader Vehicle Dynamics
Volvo 480

Apesar de ainda ser cedo para indicar planos específicos em que os engenheiros da Lotus sejam necessários, Wallgren mencionou a ambição da Geely, para todas as suas marcas, incluindo a Polestar, a marca de performance da Volvo.

Polestar é uma marca que vai ser mais usada - não vamos deixá-la ficar parada e não fazer nada. Mais tarde ou mais cedo provavelmente verão alguma coisa.

Roger Wallgren, Team Leader Vehicle Dynamics

Estão a ver onde queremos chegar? Ninguém duvida da competência da Polestar. Ainda recentemente ficámos a saber que a Volvo escondeu um recorde obtido no Nürburgring com o S60 Polestar. Mas ter a Lotus na equipa eleva ainda mais o potencial e as expectativas.

Será que nos próximos anos poderemos ver a Volvo, ou mais especificamente, a Polestar, mais ativa na batalha pela supremacia das “superberlinas” ou até nos SUV de alta performance? Ou até ver a Volvo enriquecer a sua longa história em coupés, com um modelo desenvolvido em parceria com a Lotus? Sonhar não custa. E com o dinheiro da Geely custa ainda menos.

 

Sabes responder a esta?
Qual o tempo conseguido pelo Volvo S60 Polestar no Nürburgring em 2016?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O recorde do Nürburgring que a Polestar escondeu (até agora)

Mais artigos em Notícias