Próximo Porsche Cayman GT4 deverá manter o motor «flat-six» e caixa manual

Face à popularidade do Porsche Cayman GT4, tudo indica que a «casa de Estugarda» irá manter a fórmula de sucesso do desportivo: motor de seis cilindros atmosférico e caixa manual.

A mudança de um motor flat-six atmosférico para uma mecânica turbo de quatro cilindros opostos, no Boxster e Cayman, foi tudo menos pacífica. Este sinal dos «novos tempos» – vamos chamar-lhe assim – deixou no ar a possibilidade do sucessor do Porsche Cayman GT4 poder vir a recorrer ao motor de quatro cilindros. Pois bem, podem respirar fundo…

TESTADO: Ao volante do novo Porsche 718 Boxster: é turbo e tem 4 cilindros. E depois?

Ao que parece, o novo Porsche Cayman GT4 – ou 718 Cayman GT4 -, ficará fora do clube dos quatro cilindros da Porsche. Embora ainda não haja qualquer confirmação oficial, o novo modelo deverá recorrer a uma versão menos potente do seis cilindros boxer 4.0 litros do recém-lançado Porsche 911 GT3. Tendo em conta os 385 cv do modelo anterior, espera-se um nível de potência a rondar os 400 cv.

Porsche Cayman GT4

“Os motores atmosféricos continuam a ser um dos nossos pilares. A Porsche oferece carros para pessoas que se querem sentir especiais, que querem tanta emoção quanto possível, e a melhor resposta possível de um desportivo. Achamos que isso é concretizado de melhor forma num motor atmosférico a altas rotações do que com qualquer tipo de turbo”.

Andreas Preuninger, responsável pelas versões GT na Porsche.

As boas notícias não ficam por aqui. Por falar em emoção ao volante, o Cayman GT4 deverá também oferecer uma caixa manual de seis velocidades, além da habitual PDK de dupla embraiagem. “O objetivo é haver sempre escolha. Adotámos essa estratégia no 911 GT3 e está a dar resultado. Quem somos nós para dizer qual é a melhor opção para cada um dos nosso clientes?”, explicou Andreas Preuninger.

E tendo em conta os leaks do passado mês de fevereiro, o Cayman GT4 RS será também uma realidade. Resta-nos esperar por mais novidades de Estugarda.

Fonte: Car and Driver

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter