Usas e abusas do GPS? Podes estar a prejudicar a tua capacidade de orientação

O estudo agora publicado pela Nature Communications revela as consequências da utilização excessiva do sistema de navegação (GPS) durante a condução.

Nos dias que correm não há carro que não venha equipado com um sistema de navegação por GPS, um sistema que passou a estar também disponível através de um qualquer smartphone. Por isso, é natural que os condutores utilizem cada vez mais esta ferramenta. Mas o GPS não traz só vantagens.

Para tentar descobrir quais os efeitos da utilização do GPS no nosso cérebro, os investigadores da University College London decidiram fazer uma experiência. Um grupo de voluntários percorreu (virtualmente) dez trajetos nas ruas de Soho, em Londres, em que cinco deles tinham ajuda do GPS. Durante o exercício, a atividade cerebral foi medida através de um aparelho de ressonância magnética.

CRÓNICA: E tu, também conduzes para descomprimir?

Os resultados foram contundentes. Quando o voluntário entrava numa rua desconhecida e era obrigado a decidir para onde ir, o sistema registava picos de atividade cerebral no hipocampo, uma região do cérebro relacionada com o sentido de orientação, e o córtex pré-frontal, associado com o planeamento.

Nas situações em que os voluntários apenas seguiam as instruções, o sistema não observava qualquer atividade cerebral nessas regiões do cérebro. Por outro lado, quando ativado, o hipocampo era capaz de memorizar o progresso durante a viagem.

“Se pensarmos no cérebro como um músculo, então algumas atividades, como aprender o mapa das ruas de Londres, são como a musculação. Tudo o que podemos dizer sobre o resultado deste estudo é que não estamos a trabalhar essas partes do nosso cérebro quando confiamos apenas no sistema de navegação”.

Hugo Spiers, coordenador do estudo

Por isso já sabes. Da próxima vez que te sentires tentado em seguir à risca as instruções do GPS sem necessidade, é melhor pensares duas vezes. Até porque o GPS nem sempre está correto…

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias