SEAT anuncia SUV de sete lugares para 2018. Será o fim do Alhambra?

A SEAT vai reforçar a sua presença nos SUV. Já conhecemos o Ateca e devemos conhecer brevemente o mais compacto Arona. O terceiro SUV da marca espanhola chega já no próximo ano.

A SEAT anunciou a adição de mais um modelo à sua gama. Será um novo SUV que se posicionará acima do Ateca. O seu posicionamento fará do novo modelo o topo de gama na marca. O anúncio foi efetuado na apresentação dos resultados anuais da marca espanhola revelando lucros recorde.

2017 SEAT SUV 7 lugares teaser

As dimensões acrescidas relativamente ao Ateca permitirão que o novo SUV ofereça não só cinco como também sete lugares. Como seria expectável, também o novo modelo nascerá da flexível e versátil MQB, a matriz que serve de base a cada vez mais modelos dentro do grupo Volkswagen. Luca de Meo, o presidente da SEAT, refere-se ao futuro modelo, a ser lançado já no próximo ano, como uma oportunidade para a marca:

Este carro trará novos clientes para nós, elevará a imagem da marca e terá um grande efeito na nossa capacidade de gerar margens [de rentabilidade]. Vai ser concebido em Barcelona e construído na Alemanha. Ao produzir o novo SUV em Wolfsburgo, no coração do grupo , reforçará os laços entre a SEAT e a Volkswagen.

A escolha de Wolfsburgo como local de produção permite maximizar as sinergias dentro do grupo alemão. As suas instalações já estão mais que preparadas para produzir modelos derivados da MQB.

O nome definitivo ainda não se sabe, mas a tradição será mantida. Como os outros modelos da marca, deverá adoptar o nome de uma cidade espanhola – informação confirmada pelo próprio Luca de Meo.

O princípio do fim do Alhambra?

O novo SUV de grandes dimensões terá a possibilidade, como já referimos, de vir com sete lugares. A sua chegada em 2018 colocará sob pressão o Alhambra, o monovolume da SEAT, produzido na Auto-Europa em Palmela. Como se verifica na restante indústria, o número crescente de propostas SUV e crossover, estão a colocar em causa a viabilidade comercial de outras tipologias.

Na própria SEAT o novo Ibiza irá perder a sua proposta mais familiar, a carrinha ST. A razão? Chega ainda este ano o SEAT Arona, o crossover compacto que tem como base o novo Ibiza, motivo do desaparecimento da Ibiza ST.

2015 SEAT Alhambra

Da mesma forma, este novo SUV de sete lugares poderá tornar redundante o Alhambra. De momento não existe nada, nem um rumor sequer, sobre os eventuais sucessores dos monovolumes produzidos em Palmela. Na realidade, os rumores apontam precisamente para a não sucessão directa destes dois modelos.

Se o novo SUV da SEAT poderá ser um sucessor indirecto do Alhambra, do lado da Volkswagen a história é outra. A apresentação do concept I.D. Buzz, uma reinterpretação futurista e elétrica da icónica pão de forma, poderá tomar o lugar do Sharan no início da próxima década.

RELACIONADO: SEAT Portugal distinguida como melhor importador da marca

Carrinhas e monovolumes têm sido os mais ameaçados por esta mudança nos apetites do mercado. A própria SEAT começa agora a beneficiar deste novo paradigma. O Ateca, o seu primeiro SUV,  está a ser bastante bem recebido tanto pelo mercado como pelos media. Sucesso que espera ver replicado com a chegada do Arona e com este novo SUV agora anunciado.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos