Será este o compressor elétrico do novo Toyota Supra?

A Toyota registou a patente para um sistema de compressor elétrico. O Toyota Supra poderá ser um dos fortes candidatos a estrear esta tecnologia.

Os rumores em torno do futuro Toyota Supra têm sido muitos e entre eles incluem-se a possibilidade de ser adotada uma motorização híbrida. Para já, sabe-se muito pouco sobre a motorização do novo desportivo nipónico, mas a recente publicação de uma patente da marca japonesa pode dar-nos algumas pistas.

De acordo com esta patente, o próximo Supra poderá recorrer a um compressor elétrico. O registo da patente data de maio de 2015 e foi publicada a semana passada pela United States Patent and Trademark Office (registo de marcas e patentes nos EUA). Isto significa que, pelo menos nos últimos dois anos, a Toyota tem estado a trabalhar no desenvolvimento desta tecnologia.

A patente da Toyota incide sobre a simplificação de um sistema de compressor elétrico, com o objetivo de baixar os custos de produção e aumentar a durabilidade e performance do componente.

Toyota Electric Supercharger

VEJAM TAMBÉM: Toyota Yaris em todas as frentes: da cidade aos ralis

Recordamos que o recurso a compressores elétricos não é uma novidade na indústria automóvel – veja-se os excelentes resultados alcançados por esta solução no Audi SQ7.

Portanto, é com expectativa que esperamos pelos resultados desta tecnologia aplicada a um desportivo como o Supra. Não existe certezas sobre a sua aplicabilidade neste modelo, mas sabe-se que a Toyota Motorsport GmbH está a colaborar com a Toyota na concepção de um motor de combustão interna eletricamente assistido.

O novo Toyota Supra deverá ser apresentado ainda durante este ano, com comercialização a iniciar em 2018. O projeto está a ser desenvolvido em parceira com a BMW. Desta plataforma partilhada nascerá, além do Supra, um sucessor para o BMW Z4.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias