É assim que a Ford testa a estanquicidade do novo Ford GT

Carroçaria de fibra de carbono e… à prova de água. Foi assim que a Ford Performance testou a sua nova pérola.

Longe vão os tempos em que os supercarros eram temperamentais, avariavam facilmente e tinham a reputação de serem frágeis. Hoje a história é outra, e os métodos de produção quase artesanais deram lugar a máquinas e a operários altamente especializados. O novo Ford GT é um bom exemplo deste novo paradigma.

Durante o desenvolvimento do Ford GT – um modelo limitado a 500 unidades – nada passou ao lado dos engenheiros da marca oval. Como tal, a qualidade de construção foi uma das prioridades da Ford, e os testes de estanquicidade foram levados muito a sério, mesmo que durante a sua vida útil o Ford GT dificilmente encontre estas condições.

A NÃO PERDER: Este foi o primeiro Ford GT a sair da linha de produção

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter