Daimler e Uber juntam-se para colocar Mercedes-Benz autónomos na estrada

Com esta parceria, a Daimler quer ganhar vantagem na corrida pela condução autónoma.

As ligações da marca californiana ao gigante alemão não são de agora, mas a Uber e a Daimler acabam de assinar um acordo de cooperação que constitui mais um passo no desenvolvimento da condução autónoma. Para já, os pormenores do acordo são escassos, mas tudo indica que a Daimler irá fornecer modelos Mercedes-Benz autónomos para a plataforma de global de serviços de ridesharing da Uber, durante os próximos anos.

Recorde-se que a Mercedes-Benz conseguiu recentemente uma licença para testar o mais recente Classe E na via pública no estado do Nevada (EUA), e como tal, o executivo alemão afigura-se como principal candidato a integrar a frota de modelos da Uber.

“Como inventores do automóvel, queremos ser líderes no que toca à condução autónoma. A verdadeira revolução nos serviços de mobilidade está na ligação inteligente entre quatro tendências – conectividade, condução autónoma, partilha e mobilidade elétrica. E nós certamente seremos precursores dessa mudança”.

Dieter Zetsche, presidente do conselho de administração da Daimler AG.

A Uber está atualmente a testar nos EUA a sua própria tecnologia de condução autónoma em modelos Volvo, fruto de uma parceria com a marca sueca. Pelo contrário, no caso da Daimler, a tecnologia será desenvolvida pelo fabricante alemão sem qualquer envolvimento da Uber.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias