Carro do Ano 2017

Volkswagen Tiguan 2.0 TDI Highline: mais completo e desportivo

O Volkswagen Tiguan candidata-se ao Carro do Ano 2017 na sua versão mais equipada.

O design da segunda geração do Volkswagen Tiguan realça independência e dinamismo, que combina maiores proporções com sofisticação e aparência elegante. Na frente, isto traduz-se numa linha muito horizontal formada pela grelha e óticas dianteiras, que tem continuidade ao longo da carroçaria, uma linha de cintura mais elevada, para terminar num portão traseiro em que os blocos de óticas em LED surgem em formato horizontal/oblíquo, resultando num estilo positivo e confiante.

O Volkswagen Tiguan é o primeiro SUV baseado na Plataforma Modular Transversal (MQB), que define novos padrões em design, engenharia, conforto, funcionalidade e sistemas de apoio à condução. A resistência à torção da estrutura foi incrementada face à anterior geração, com um valor de 28 000 Nm/grau, apesar do aumento das dimensões entre cavas de rodas e entre pilar A e C.

A suspensão é composta por uma arquitetura McPherson à frente e multibraços atrás, combinando espaço e flexibilidade de utilização com conforto quando se circula em qualquer tipo de piso.

RELACIONADO: Carro do Ano 2017: conhece todos os candidatos

A distância entre eixos foi incrementada em 77 mm para potenciar a habitabilidade, dos quais 29 mm foram especialmente ‘dedicados’ ao espaço para joelhos dos ocupantes traseiros, enquanto a ergonomia geral foi melhorada em muitos detalhes. Um exemplo disso é a menor altura ao solo, na zona do porta-bagagens, para facilitar as manobras de carga. A bagageira possui uma capacidade entre 502 e 615 litros, consoante a posição da segunda fila de bancos, que é ajustável longitudinalmente. Com o rebatimento desta, o espaço de carga amplia-se até aos 1 655 litros. Nesta versão Highline, o banco do passageiro é igualmente rebatível, permitindo ampliar o espaço de carga em comprimento.

CA 2017 Volkswagen Tiguan (9)

A versão submetida a concurso, Volkswagen Tiguan 2.0 TDI 150 cv, é movida pelo conhecido bloco 2 litros TDI de 150 cv. Com um binário constante de 340 Nm entre as 1 750 e as 3 000 rpm e os préstimos de uma caixa manual de seis velocidades, o Volkswagen Tiguan consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9,3 segundos e registar um consumo médio de 4,7 l/100 km.

Desde 2015 que a Razão Automóvel integra o painel de jurados do prémio Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal.

No domínio do equipamento Highline, são de destacar os sensores de luz, chuva e de estacionamento (com câmara), Active Info Display, Lane Assist, Front Assist, cruise control adaptativo (ACC), faróis full-LED, climatização de 3 zonas, jantes de liga de 18” e sistema de navegação Discover Media com ecrã tátil de 8”, leitor de CD, entrada de cartões SD + AUX-IN + USB, Bluetooth e ainda CarNet grátis durante 3 anos.

Além do Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal, o Volkwagen Tiguan 2.0 TDI 150 cv Highline concorre igualmente à classe Crossover do Ano, onde enfrentará o Audi Q2 1.6 TDI 116, o Hyundai Tucson 1.7 CRDi 4×2, o Hyundai 120 Active 1.0 TGDi, o Kia Sportage 1.7 CRDi TX, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHDi 120 EAT6 e o Seat Ateca 1.6 TDI Style S/S 115 cv.

Especificações Volkswagen Tiguan 2.0 TDI 150 cv Highline

Motor: Diesel, quatro cilindros, turbo, 1968 cm3
Potência: 150 cv/3500 – 4000 rpm
Aceleração 0-100 km/h: 9,3 s
Velocidade Máxima: 204 km/h
Consumo Médio: 4,7 l/100 km
Emissões CO2: 123 g/km
Preço: 42 100 euros


Texto: Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos