Carro do Ano 2017

Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHDi: romper com o passado

Nesta nova geração, o modelo francês assumiu verdadeiramente a condição de SUV. O Peugeot 3008 é um dos candidatos ao Carro do Ano 2017. A Razão Automóvel é membro do júri.

A segunda geração do Peugeot 3008 rompe com o passado graças à sua silhueta mais baixa e alongada. No geral, resultou numa estética mais elegante, que destaca-se dos seus pares por ter 22 cm de altura livre ao solo.

A frente imponente advém da grelha em posição bem vertical e do capot alongado, já que o pilar do para-brisas foi colocado atrás da linha vertical do eixo dianteiro. As proteções em preto mate que acompanham os arcos das rodas e toda a zona inferior da carroçaria dão ao Peugeot 3008 uma imagem robusta, ao mesmo tempo que todos os vincos, as óticas em LED e as aplicações cromadas acrescentam emoção e dinamismo.

O mesmo se pode dizer do estilo interior, repleto de formas geométricas e exposto em dois patamares, num conceito que a Peugeot denomina de i-Cockpit. Sobressaem materiais inovadores e uma ergonomia pensada para tornar todos os comandos mais intuitivos e de leitura fácil para condutor e passageiro.

RELACIONADO: Carro do Ano 2017: conhece todos os candidatos

São de realçar os bancos esculpidos, para melhor apoio em curva, e, sobretudo, o inovador volante de dois braços. Abdicando de um formato circular, facilita a leitura do painel de mostradores que se encontra em posição mais elevada, onde se encontra toda a informação essencial à condução apresentada de forma inteiramente digital.

CA 2017 Peugeot 3008 (12)

O Peugeot 3008 é construído sobre a plataforma modular EMP2, comum ao Peugeot 308 e Citroën C4 Picasso, graças ao qual o novo 3008 é cerca de 100 kg mais leve que na anterior geração – o peso em ordem de marcha é de 1 315 kg neste modelo.

Generoso no espaço habitável, também o é na bagageira, que tem 520 litros de volumetria, beneficiando ainda de uma altura de carga baixo.

Em termos de motorização, a versão submetida a concurso no Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal é animada pelo 1.6 BlueHDi de 120 cv associado à caixa automática EAT6. Com este grupo moto-propulsor, o Peugeot 3008 consegue consumos médios de 4,2 l/100 km, com emissões de CO2 de 108 g/km.

Desde 2015 que a Razão Automóvel integra o painel de jurados do prémio Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal.

A forte tónica tecnológica do Peugeot 3008 reside no equipamento oferecido no nível Allure, que quanto a sistemas de apoio à condução oferece alerta de transposição de faixa AFIL, deteção de fadiga, reconhecimento de sinais, cruise control e sensores de parqueamento à frente e atrás. No domínio do conforto, estão incluídos a climatização bizona, luzes de habitáculo em LED, luzes de acolhimento exteriores em LED, vidros escurecidos atrás, regulação lombar para condutor e banco de passageiro rebatível. E no que respeita a sistemas de infoe ntretenimento, o Allure tem como standard ecrã de 8” com função touch, sistema áudio MP3, com Bluetooth e entrada USB e sistema Connect Nav 3D.

Além do Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHDi concorre igualmente à classe Crossover do Ano, onde enfrentará o Audi Q2 1.6 TDI 116, o Hyundai Tucson 1.7 CRDi 4×2, o Hyundai 120 Active 1.0 TGDi, o KIA Sportage 1.7 CRDi, o Volkswagen Tiguan 2.0 TDI Highline 150 cv e o SEAT Ateca 1.6 TDI.

Especificações Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHDi 120 EAT6

Motor: Diesel, quatro cilindros, turbo, 1560 cm3
Potência: 120 cv/3500 rpm
Aceleração 0-100 km/h: 11,6 s
Velocidade Máxima: 185 km/h
Consumo Médio: 4,2 l/100 km
Emissões CO2: 108 g/km
Preço: 36 550 euros


Texto: Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos