Este é o novo Opel Crossland X

Foi oficialmente revelado o novo Opel Crossland X, que se junta assim ao Mokka X no leque de propostas mais aventureiras da marca alemã.

Se dúvidas houvesse, é com uma linha de modelos mais versáteis e aventureiros que a Opel ambiciona atacar o mercado europeu em 2017. O primeiro desses modelos, o novo Opel Crossland X, acaba agora de ser revelado, e é também primeiro de sete novos modelos da marca alemã a estrear em 2017.

“A procura em torno de pequenos SUV e crossovers feitos para a utilização urbana está a aumentar de forma notável. O Crossland X, numa combinação de design moderno de inspiração SUV, conectividade exemplar e facilidade de utilização, torna-se num concorrente sério neste segmento, a par do Mokka X”.

CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann.

Compacto por fora, espaçoso por dentro

Em termos estéticos, o Crossland X assume uma presença estilo SUV, embora se trate de um modelo do segmento B. Neste contexto, a secção dianteira com linhas horizontais, a grelha Opel saliente e as luzes diurnas de «dupla asa» resultam da evolução da filosofia de design da Opel, que pretende desta forma dar uma perceção de maior largura ao carro. Nos lados, não poderiam faltar as aplicações de proteção da carroçaria, rematadas com apontamentos cromados e integradas de forma subtil na traseira.

Quanto às dimensões, o crossover alemão mede 4,21 metros de comprimento, 16 centímetros mais curto que um Astra mas 10 cm mais alto que o bestseller da Opel.

Ao entrar no Crossland X vamos encontrar um habitáculo muito em linha com os mais recentes modelos da Opel, onde a principal aposta é o espaço a bordo e a ergonomia. Módulos estruturalmente alinhados com o condutor, elementos como as saídas de ar com acabamentos cromados e o mais recente sistema de informação e entretenimento da Opel (compatível com Apple CarPlay e Android Auto) são alguns dos destaques neste novo modelo, além de uma posição de assento mais alta e o teto panorâmico em vidro.

ANTEVISÃO: Este é o novo Opel Insignia Grand Sport

Os bancos traseiros podem ser rebatidos na proporção 60/40, o que permite maximizar a capacidade da bagageira até aos 1255 litros (em vez de 410 litros).

Outro dos pontos fortes do Crossland X passa pela tecnologia, conectividade e segurança, como aliás já vem sendo hábito em modelos Opel. Faróis adaptativos AFL integralmente formados por LED, Head Up Display, sistema de estacionamento automático e a câmara traseira panorâmica 180º estão entre as principais novidades.

O leque de motorizações, embora não tenha sido ainda confirmado, deverá incluir um conjunto dois motores Diesel e três a gasolina, entre os 81 cv e 130 cv. Consoante o motor, estará disponível uma caixa automática ou manual de cinco e seis velocidades.

O Crossland X estreia-se ao público em Berlim (Alemanha) a 1 de fevereiro, enquanto que a chegada ao mercado está prevista para junho.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter