Ferrari J50: o “cavallino rampante” com costela nipónica

O National Art Center, em Tóquio, recebeu o novo Ferrari J50, um modelo comemorativo que assinala os 50 anos de presença da Ferrari no Japão.

Há precisamente 50 anos que a Ferrari mantém atividade comercial no mercado japonês. Como já é seu apanágio, a Ferrari não deixou os crédito em mãos alheias a aproveitou a data para lançar uma edição especial, o Ferrari J50.

O Ferrari J50 tem por base o 488 Spider, e por isso ambos partilham o mesmo motor V8 de 3.9 litros. Contudo, o J50 debita 690 cv de potência máxima, um acréscimo de 20 cv em relação ao modelo que está na sua base. Relembramos que o 488 Spider demora apenas 3 segundos a cumprir o sprint dos 0 aos 100 km/h e atinge uma velocidade máxima de 325 km/h.

LEILÕES: Ferrari LaFerrari é o carro mais caro do século XXI

Esteticamente, os radiadores foram deslocados de forma a reduzir a superfície frontal, foi acrescentada uma linha de cintura em preto, e optou-se pela cor Rosso Tri-Strato.

Mas a principal novidade é talvez o tejadilho hard top em fibra de carbono, dividido em duas partes e que pode ser arrumado atrás dos bancos. “Quisemos fazer regressar o estilo targa, que de certa forma evoca para os nossos desportivos dos anos 70 e 80″, explicou a Ferrari.

No interior, as únicas diferenças são os novos acabamentos com um esquema de cores em vermelho e preto e os detalhes em pele Alcantara. Serão produzidos apenas 10 exemplares – ou não fosse esta uma edição especial – e todos eles já foram vendidos, a um preço que se estima que possa rondar um milhão de euros.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos