Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Tecnologia

Start/Stop. Motor do novo Volkswagen Golf vai desligar em andamento

Esta nova funcionalidade do Volkswagen Golf vai permitir poupar nos consumos e reduzir emissões.

Na semana passada, a Volkswagen apresentou a nova atualização para a sétima geração do Golf, que tal como avançámos, apresenta quatro grandes novidades. Uma delas é precisamente a estreia da família de motores 1.5 TSI, que vem substituir o “velho” 1.4 TSI e que para já vai estar disponível nas versões com 130 cv e 150 cv de potência.

Mas a principal novidade deste motor – na variante 130 cv BlueMotion – é talvez o novo sistema Start/Stop, que funciona mesmo com o carro em movimento, a qualquer velocidade. De acordo com a Volkswagen, assim que o condutor tira o pé do acelerador, o motor é desligado, o que deverá permitir uma redução nos consumos até 1 l/100 Km.

novo-golf-2017-10

VEJAM TAMBÉM: Volkswagen Golf MK2: o derradeiro sleeper com 1250cv

Tudo isto só é possível graças à eletrificação dos sistemas auxiliares – direção assistida, travagem e demais equipamento a bordo – que assim deixam de depender diretamente do motor. Como se processa? Assim que largamos o pé do acelerador a caixa de velocidades fica automaticamente em N, ou seja, desengatada (andar à vela) de forma a aproveitar a inércia do veículo, algo que já acontece. A novidade vem a seguir: no novo Volkswagen Golf o motor vai também desligar-se. Este sistema estará apenas disponível nos modelos equipados com caixa automática.

E quando voltamos a premir o acelerador?

Tal como qualquer outro sistema Start/Stop, uma das preocupações que este sistema poderá levantar é o facto de, em caso de emergência ou necessidade de aumentar subitamente a velocidade, o motor não estar apto a reagir imediatamente. Para já, não se sabe qual será o tempo de reação desde o momento em que carregamos no acelerador até à resposta efetiva do motor, algo que poderemos esclarecer assim que tivermos oportunidade de nos sentar ao volante do novo Volkswagen Golf.

Mais artigos em Notícias