O novo Volkswagen Golf em quatro pontos essenciais

Foi hoje apresentado o novo Volkswagen Golf. Em boa verdade, mais do que um novo modelo trata-se de uma atualização da sétima geração apresentada em 2012.

É a primeira grande atualização da sétima geração do Volkswagen Golf. Novos motores, novas tecnologias e uma ligeira atualização estética. Enfim, a típica «receita Volkswagen» que também foi aplicada recentemente aos modelos Audi A3, Skoda Octavia e Seat Leon, com os quais o Golf partilha a plataforma e em alguns casos o segmento.

1.Evolução estética

Como sempre, é preciso quase «olho cirúrgico» para descobrir as diferenças entre o modelo atual e o novo modelo. No entanto elas (as diferenças) estão lá.

novo-golf-2017-15

As jantes ganharam novo design, os para-choques assumiram linhas mais dinâmicas, e os faróis dianteiros e luzes traseiras ganharam uma nova assinatura luminosa. Goste-se ou não desta política de atualização minimalista do Grupo Volkswagen, a verdade é que tem resultados práticos positivos – nomeadamente na manutenção dos valores residuais elevados.

As cores disponíveis para a carroçaria também aumentaram.

2. Mais tecnologias a bordo

Este era um dos campos onde o atual Volkswagen Golf mais pontos perdia para as propostas mais recentes do segmento C, nomeadamente o Opel Astra e Renault Mégane. No novo Volkswagen Golf, apostou-se tudo em termos tecnológicos.

Insólito: Ganha concurso de elegância e acaba dentro de um lago

O Volkswagen Digital Cockpit que já conhecíamos do Tiguan e do Passat estreia-se agora no Golf. Este sistema recorre a um ecrã de 12 polegadas e possibilita, entre outras coisas, visualizar a maioria das informações no quadrante principal.

Outra das novidades é a possibilidade de usar o sistema de infoentretimento sem tocar no ecrã, ou seja, apenas com gestos (Volkswagen Gesture Control). Uma tecnologia em tudo semelhante à que encontramos no… BMW Série 7! Sem tocar em nada podemos aumentar o volume do rádio ou mudar a estação de rádio, entre outras funcionalidades.

Naturalmente, o novo sistema de infoentretenimento do Golf já é compatível com os sistemas de conectividade Apple CarPlay e Android Auto.

3. Inteligente como nunca

Graças à adopção de novos sistemas de ajuda à condução, a Volkswagen espera diminuir substancialmente a sinistralidade grave envolvendo modelos da marca. Por exemplo, os sistemas Front Assist e City Emergency Braking, são capazes de fazer o reconhecimento de peões e travar automáticamente, se necessário, evitando atropelamentos.

novo-golf-2017-18

O sistema de condução semi-autónoma Traffic Jam Assist, por seu turno, permitirá ao novo Volkswagen Golf acelerar, travar e até virar, a baixa velocidade, em situações de tráfego intenso.

4. Gama de motores reforçada

Ao novo Volkswagen Golf (vá, mais ou menos novo…) vai caber a responsabilidade de estrear as novas motorizações que vão equipar a esmagadora maioria dos modelos da gama intermédia do Grupo Volkswagen. Falamos do novo motor 1.5 TSI, substituto direto do 1.4 TSI que agora cessa funções.

Para já, este motor 1.5 TSI vai estar disponível em dois patamares de potência. A versão mais potente terá 150 cv, enquanto que a versão mais económica (BlueMotion) terá 130 cv. Uma das grandes novidades deste motor é a possibilidade do sistema Start/Stop poder atuar com o automóvel em movimento – ou seja, o motor pode desligar-se. Isto só é possível porque os sistemas de direção assistida, travagem, e demais equipamento a bordo deixam de depender diretamente do motor.

novo-golf-2017-27

Com o novo Volkswagen Golf assistiremos também a introdução da nova geração da caixa DSG com sete velocidades, que substitui a anterior de seis velocidades.

É importante referir ainda o acréscimo de potência da versão GTI, que chega agora aos 230 cv na versão «normal». A versão GTI Performance brinda-nos com 245 cv de potência. As versões Golf GTE e e-Golf também não foram esquecidas, com o primeiro a oferecer 50km de autonomia elétrica (ciclo NEDC) e 300 km de autonomia total, respectivamente. Fiquem com o vídeo da apresentação:

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos