Chevrolet Camaro ZL1 faz tempo «canhão» no Nurburgring

O modelo da marca americana conseguiu um tempo canhão de 7 minutos e 29.6 segundos no Nürburgring Nordschleife.

Longe vai o tempo em que os modelos oriundos do «novo mundo» eram fantásticos desportivos, desde que… a estrada não tivesse curvas! Hoje, os motores de grande capacidade continuam a fazer escola (ámen!), mas os chassis e as suspensões que equipam os desportivos americanos são finalmente dignos desse nome. Inclusivamente, não ficam nada a dever aos melhores desportivos europeus!

O Chevrolet Camaro ZL1 é um dos modelos desta nova era. Motor grande (um 6.2 litros LT4 V8 supercharged com 650cv e 881Nm!) como manda a tradicão, mas no lugar de um básico chassis de longarinas encontramos um chassis moderno equipado com o último grito em termos de suspensões adaptativas. Graças ao recurso a magnetos na suspensão, o Chevrolet Camaro ZL1 consegue adaptar cada suspensão às necessidades especificas de cada situação (curvas lentas, rápidas ou em apoio) fazendo variar a rigidez.

A NÃO PERDER: Audi propõe A4 2.0 TDI 150cv por 295€/mês

Graças a este conjunto de fatores (motor potente, chassis competente, e suspensões modernas) o novo desportivo americano cumpriu o rigoroso traçado alemão nuns escassos 7 minutos e 29.6 segundos, deixando para trás muitos desportivos europeus de referência – vê aqui o TOP 100 do Nürburgring.

According to Chevrolet, the car used for the lap was completely stock apart from a rollcage, race seat and harness. The running gear features Magnetic Ride adaptive dampers, Performance Traction Management, forged 20-inch wheels wrapped in Goodyear Eagle F1 Supercar 3 tires, and massive Brembo brakes clamped by six-piston front and four-piston rear calipers.

De acordo com a marca, o Chevrolet Camaro ZL1 usado nesta volta recorde estava de origem, à parte das alterações efetuadas por questões de segurança: rollcage, bancos de competição e cintos de quatro apoios.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter