Honda patenteia caixa de tripla embraiagem com 11 velocidades

A patente foi registada em maio, mas só agora é que se tornou pública a aposta da Honda nesta tecnologia.

Depois da proliferação das caixas de dupla embraiagem nos últimos 10 anos, é possível que o próximo passo seja as caixas de tripla embraiagem. A Honda está a trabalhar nesse sentido e registou em março deste ano uma patente para um sistema desta natureza com um total de 11 velocidades. De acordo com os documentos divulgados pela AutoGuide, a patente pertence à Honda Motor Co Ltd. e os créditos pela invenção foi atribuída ao engenheiro japonês Izumi Masao.

Para quê tantas velocidades?

Mais do que performance absoluta, o objetivo é alcançar a máxima eficiência. Como sabem, todos os motores têm um regime ótimo de funcionamento, aquele em que o motor consegue atingir a maior potência máxima e o maior binário máximo disponível em simultâneo. Quantas mais velocidades tiver a caixa de velocidades, mais fácil é explorar esse intervalo de regime. Os consumos descem, as emissões diminuem e a resposta melhora.

Convém referir que as marcas nem sempre registam patentes com o objetivo de vir a produzir essa tecnologia, por vezes fazem-no apenas para proteger a sua propriedade intelectual. Porém, depois da tecnologia quase alienígena que a Honda conseguiu empregar na transmissão do novo Honda NSX (na imagem em destaque), não ficaríamos surpreendidos se na próxima geração de modelos do fabricante de nipónico encontrássemos uma caixa de tripla embraiagem.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Autopédia