Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

OXE Diesel, o motor a gasóleo da Opel para barcos de elevado desempenho

Disponível na gama Insignia, Zafira e Cascada, o motor 2.0 a gasóleo da Opel ganha agora uma variante náutica com 200 cv de potência, o OXE Diesel.

Desenvolvido na fábrica de motores da Opel em Kaiserslautern, na Alemanha, este propulsor turbodiesel de quatro cilindros debita 200 cv de potência às 4100 rpm e 400 Nm de binário máximo às 2500 rpm. De acordo com a marca, o OXE Diesel destaca-se pela fiabilidade e manutenção reduzida – em utilização náutica, necessita de inspeção a cada 200 horas e requer apenas uma revisão profunda ao fim de 2000 horas.

Por trabalharem quase sempre no regime máximo, os motores de barcos estão sujeitos a cargas elevadas. Neste caso, o consumo de gasóleo ronda os 43 litros por hora, o que representa uma poupança de cerca de 42 por cento face a um motor fora-de-bordo comparável a dois tempos (73 l/h). Outra das vantagens está no baixo nível de ruído do motor, na maior autonomia e no facto de o gasóleo ser menos inflamável que a gasolina.

A NÃO PERDER: A História dos logótipos: Opel

“A adaptação do nosso motor a um ambiente muito diferente não foi simples. A gestão eletrónica foi completamente recalibrada, o que transformou por completo o comportamento do motor. Para a aplicação náutica deixámos de precisar do binário muito elevado a baixíssimas rotações – uma característica que destaca este motor nos nossos automóveis – por troca com débito mais elevado de potência, necessário para velocidade de cruzeiro.”

Massimo Giraud, Engenheiro-Chefe no Centro de Desenvolvimento Diesel da Opel

Por seu lado, a empresa sueca Cimco Marine AB explica que escolheu o OXE Diesel por ser “extremamente robusto e durável”. A empresa procedeu a algumas adaptações do motor para a utilização em condições difíceis no mar, como um sistema de lubrificação por cárter seco e uma correia de transmissão especial para o hélice. O sistema de transmissão foi desenhado para suportar grandes cargas, ao mesmo tempo que proporciona ao condutor do barco um maior controlo a baixa velocidade. Um dos primeiros motores OXE Diesel produzidos já rumou para uma exploração de criação de salmão ao largo da costa da Escócia.

VEJAM TAMBÉM: Opel Karl FlexFuel: o Éder dos automóveis

Opel-OXE-Outboard-Engine-302196

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias