Tesla Model 3: o futuro começa aqui

O design compacto, a segurança e o preço mais acessível são os pontos fortes do 3º elemento da família de carros elétricos da Tesla.

Tal como esperado, a primeira parte da apresentação do Tesla Model 3 decorreu ontem em Los Angeles, Califórnia. O CEO da marca americana, Elon Musk, apresentou orgulhosamente a sua nova berlina compacta premium de cinco lugares, sem dúvida um dos veículos do momento nas terras do tio Sam.

À boa moda da Apple, vários clientes fizeram fila à porta para garantir a reserva do Model 3, apesar do lançamento só estar previsto para o final 2017.

Segundo a Tesla, o novo modelo – 100% elétrico, claro – pretende acelerar a transição para os meios de transporte sustentáveis e derrubar a supremacia das marcas alemãs no segmento dos compactos de luxo. De facto, o Tesla Model 3 resulta do esforço da marca em produzir um modelo mais acessível (menos de metade do valor do Model S), mas que ainda assim não abdica da autonomia – cerca de 346 km num único carregamento graças às novas baterias de iões de lítio – nem das tecnologias de condução automática.

Por fora, o Model 3 ostenta as mesmas as linhas de design características da marca, mas com uma arquitectura mais compacta, dinâmica e versátil. Além disso, de acordo com a marca, o novo modelo alcançou a classificação máxima em todos os padrões de segurança.

tesla model 3 (5)

A NÃO PERDER: Pickup da Tesla: sonho americano?

Dentro do habitáculo, embora o painel de instrumentos tenha sido redesenhado, o ecrã táctil de 15 polegadas continua a destacar-se e encontra-se agora em posição horizontal (ao contrário do Model S), mais visível no campo de visão do condutor. O interior oferece mais conforto e uma sensação de open space graças ao tejadilho em vidro.

A Tesla não divulgou detalhes quanto às motorizações, mas segundo a marca, as acelerações dos 0 aos 100 km/h cumprem-se em apenas 6.1 segundos. Ao que parece, à semelhança do Model S e Model X, haverá versões ainda mais potentes. “Na Tesla, não fazemos automóveis lentos”, assegurou Elon Musk.

Ao contrário do que normalmente acontece na indústria, a Tesla optou por ficar responsável pela própria venda e distribuição do seu novo modelo. Como tal, a venda do Tesla Model 3 é proibida em alguns estados norte-americanos, onde a lei obriga que os fabricantes recorram à distribuição dos seus veículos através dos concessionários.

O restantes detalhes técnicos serão revelados na segunda parte da apresentação, que irá decorrer mais perto da fase de produção. Além disso, nos planos da marca está ainda um programa que irá duplicar a rede de lojas e estações de carregamento em todo o mundo. Cerca de 115 mil clientes já fizeram a encomenda do Tesla Model 3, que está disponível nos EUA com um preço a partir de 35 mil dólares.

tesla model 3 (3)

VEJAM TAMBÉM: Guia de compras: elétricos para todos os gostos

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter