Fórmula 1

Esta é a melhor primeira volta da história da Fórmula 1

O GP da Europa de Fórmula 1 de 1993 foi disputado em Donington Park. Um circuito muito criticado pela falta de locais de ultrapassagem. Para todos, menos para Ayrton Senna…

Ayrton Senna é para muitos o «melhor piloto de todos os tempos». Um título que é sustentado por momento de genialidade como aquele que o piloto brasileiro protagonizou há exactamente 23 anos atrás (NDR: à data da publicação original deste artigo), no dia 11 de abril de 1993, na primeira volta do Grande Prémio da Europa em Donington Park.

Depois de um fim de semana marcado pelo tempo instável, ora seco ora molhado, a corrida acabou por decorrer sob chuva intensa. Críticos do circuito inglês (entre eles, alguns pilotos) queixavam-se da falta de locais de ultrapassagem. Diziam que Donington Park tinha dois locais de ultrapassagem… no máximo!

Pois bem, Ayrton Senna — conhecido pelos seus dotes de pilotagem à chuva — encontrou pelo menos quatro locais de ultrapassagem, só na primeira volta.

VÊ TAMBÉM: Contámos mais de 20 botões num volante de um Fórmula 1. Para que servem?

Senna acabaria por vencer a corrida, concretizando nos «entretantos» aquela que muitos consideram ser «a melhor primeira volta da história da Fórmula 1». Talento, velocidade, coragem e destreza numa só volta.

Em abono da verdade, há que contar outra história que aconteceu nessa mesma corrida. Lá atrás, no 12º lugar da grelha, um piloto novato na Fórmula 1 também estava a torcer para que chovesse. No final da primeira volta, Senna estava em 1º lugar, à frente da armada da Williams. E quem estava atrás dos monolugares da Williams? O tal novato! De 12º para 4º em apenas uma volta, na pista dos dois pontos de ultrapassagem. Sabem qual é o nome desse piloto? Rubens Barrichello!

VÊ TAMBÉM: Rubens Barrichello. Porque um homem também chora…

Mais artigos em Clássicos