Histórico Austin-Healey 3000 de competição vai a leilão

O desportivo britânico vai a leilão no próximo dia 14 de maio, nesta que é uma oportunidade para ter na garagem um pedaço da história do automobilismo.

Com um motor 2.9 litros de seis cilindros de 182 cv de potência, suspensão dianteira independente e transmissão manual de quatro velocidades, o Austin-Healey 3000 foi sem dúvida dos melhores carros de rali da sua época. O desportivo britânico foi desenvolvido pela British Motor Corporation, tendo sido um dos cinco modelos produzidos especificamente para a temporada de 1961.

O Austin-Healey 3000 estreou-se no Rali de Acropolis, uma das provas mais difíceis da temporada. Ao volante esteve o piloto Peter Riley, que conseguiu terminar a corrida no primeiro posto da categoria (3º lugar da classificação geral). Na prova seguinte – Rali Alpine – Riley viu-se forçado a abandonar a prova e o Austin-Healey 3000 regressou à British Motor Corporation.

Austin-Healey 3000 (31)

A NÃO PERDER: Há 60 anos o desporto automóvel mudava para sempre

Ainda nesse ano, o desportivo foi comprado por Rauno Aaltonen, tendo sido usado pelo piloto finlandês como carro de preparação para a temporada de 1964. Mais tarde, o Austin-Healey 3000 foi vendido a Caj Hasselgren, que teve o carro na sua posse durante 48 anos, até à sua morte em 2013.

Pelo meio, Austin-Healey 3000 sofreu um processo de restauro que preservou o motor original mas que adaptou o desportivo para a condução em estrada. Agora, o Austin-Healey 3000 será leiloado pela RM Sotheby’s no próximo dia 14 de maio por preço estimado entre os 250 e os 300 mil euros.

VEJAM TAMBÉM: Aston Martin DB3S de Sir Stirling Moss vai a leilão

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter