Salão de Genebra 2016

Ruf: parece Porsche mas não é

Um dos showrooms mais apreciados pela nossa equipa no Salão de Genebra foi o da Ruf. Construtor alemão que desde 1977 cria modelos que parecem Porsche mas…

…não são Porsche, são Ruf. Desde 1977 que uma pequena fábrica localizada cidade de Pfaffenhausen (pois… isso), Alemanha, se dedica a fabricar autênticas máquinas de performance a partir de chassis da Porsche. Tudo o resto é fabricado pela Ruf — com excepção de alguns elementos que derivam diretamente da Porsche (à semelhança dos chassis).

Continuando a percorrer a história da marca, foi em 1981 que o Estado Alemão concedeu à Ruf a qualidade de “fabricante de automóveis”. Em 1983 saiu da sua pequena fábrica localizada naquela cidade com um nome difícil de pronunciar (Pfaffen… ok, isso!), o primeiro modelo com VIN da Ruf. Fundada em 1923, a Ruf dedicava-se a fazer… autocarros. Improvável? Talvez. Lembra-te que há uma reputada marca italiana que antes de fazer carros de sonho fazia tratores. A vida dá muitas voltas.

Como dizíamos, o showroom da Ruf foi um dos mais apreciados por nós no Salão de Genebra — salão que termina este fim de semana.

RELACIONADO: RUF CTR 2017. O mítico “Yellow Bird” está de volta!

Conhece os modelos Ruf em exposição no certame helvético:

Ruf SCR 4.2

RUF SCR 4.2

O Ruf SCR 4.2 foi a grande estrela da marca em Genebra — uma estreia absoluta. O motor 4.2 debita 525 cv às 8370 rpm e 500 Nm de binário máximo às 5820rpm. A poupança de peso foi uma das principais preocupações da Ruf — sobre a potência estamos falados… — a outra foi a usabilidade no dia a dia. A marca alemã jura a pés juntos que é possível fazer uma road trip no Ruf SCR 4.2 com o mesmo à vontade que se ataca um circuito.

Potência: 525 cv | Transmissão: manual 6 velocidades | Vel. Máx: 322 km/h | Peso: 1190 kg

RELACIONADO: RUF CTR Yellow Bird: Isto sim são «driving skills»

Ruf Ultimate

Ruf Ultimate

O motor 3.6 flat-six turbo da Ruf desenvolve uns massivos 590 cv às 6800 rpm e uns impressionantes 720 Nm de binário máximo. Os painéis da carroçaria são produzidos em carbono numa autoclave (a alta pressão e a alta temperatura). Graças a estes painéis o centro gravítico do Ruf Ultimate é mais baixo e consequentemente a velocidade em curva aumenta. A potência é entregue exclusivamente às rodas traseiras através de uma caixa manual de 6 velocidades.

Potência: 590 cv | Transmissão: manual 6 velocidades | Vel. Máx: 339 km/h | Peso: 1215 kg

Ruf Turbo R Limited

Ruf Turbo R Limited

O “limited” no final do nome não deixa margem para dúvidas: é uma versão limitada (apenas sete modelos vão ser produzidos). O motor 3.6 l biturbo desenvolve 620 cv às 6800 rpm. Este modelo está disponível com tração integral e traseira. A velocidade máxima é de 339 km/h.

Potência: 620 cv | Transmissão: manual 6 velocidades | Vel. Máx: 339 km/h | Peso: 1440 kg

RUF RtR narrow

RUF RtR narrow

RtR significa “reputation turbo racing”. A partir da base do 991 a Ruf produziu um modelo único com painéis da carroçaria fabricados à mão e rollbar integrada. Os pneus 255 na dianteira e 325 na traseira são responsáveis pela digestão dos 802 cv de potência e 990 Nm de binário máximo do RtR. A velocidade máxima excede os 350 km/h.

Potência: 802 cv | Transmissão: manual 6 velocidades | Vel. Máx: 350 km/h | Peso: 1490 kg

Porsche 911 Carrera RS

Porsche 911 Carrera RS

Não é um Ruf mas a sua presença merece ser mencionada. Afinal de contas é um dos 911 mais desejados e valorizados de sempre. Estado? Imaculado.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos