Rolls-Royce surge mais jovem em Genebra

A Rolls-Royce está a mudar. Luxuosa e opulente como sempre, surgiu em Genebra com um espírito mais «aberto».

O público mais maduro está diferente. Menos tradicional e mais… arrojado. Com base nestas premissas a Rolls-Royce produziu a série Black Badge, pensada para agradar a um público maduro mas de espírito mais jovem e “requintado” (as usual…). Permitam-nos a piada: os estudantes chineses nos EUA, vão gostar das novidades…

Tanto o modelo Ghost como o Wraith, receberam acabamentos em black gloss em quase todos os seus componentes, e nem gloriosa Spirit of Ectasy ficou de fora. O preto é a cor predominante nos interiores e exteriores dos luxuosos carros britânicos – nem as saídas de ar escaparam.

RELACIONADO: Acompanha o Salão de Genebra com a Razão Automóvel

Mas esta edição não se resume apenas a um kit estético. O poderoso motor 6.6 litros V12 do Rolls-Royce Ghost ganhou 40cv e 60Nm de binário, passando agora a debitar 604 cv e 840 Nm respetivamente. Em adição ao ganho de performance, o Ghost recebeu também um novo tweak na caixa de velocidades que permite manter as relações mais baixas e por consequência, rodar em rotações mais altas. As suspensões também receberam um acerto específico.

A NÃO PERDER: Conhece todas as novidades do Salão de Genebra

Já o Wraith, debita 623cv através de um V12 e, nesta edição especial, o seu binário máximo cresceu para os 869Nm (mais 70Nm que a versão normal).

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter