Opel Mokka X: lufada de ar aventureiro

O Opel Mokka X foi apresentado em Genebra com cara lavada e mais aventureiro do que nunca.

O Opel Mokka X destaca-se da versão anterior pelas alterações na grelha horizontal, que agora se apresenta em forma de asa – com um design mais trabalhado, abdicando de alguns plásticos presentes na geração anterior e luzes LED diurnas que acompanham a nova “asa” dianteira. As luzes LED traseiras (opcional) sofreram pequenas alterações estéticas, acompanhando assim, a dinâmica das luzes frontais. A gama de cores de chassis foi alargada, oferecendo agora a possibilidade de optar entre Amber Orange e Absolute Red.

A NÃO PERDER: Uma espécie de «apartamento de luxo» com mais de 600cv

A letra “X”, é a representação do sistema de tração integral adaptativo que envia o binário máximo para o eixo dianteiro ou faz a divisão 50/50 entre os dois eixos, dependendo das condições do piso. A Opel, ao usar esta nomenclatura, quis transmitir um espírito mais aventureiro e arrojado.

No interior do crossover, encontramos um habitáculo herdado do Opel Astra, com um touchscreen de sete (ou oito) polegadas, mais simples e com menos botões – muitas das funções estão agora integradas no ecrã tátil. O Mokka X conta com os sistema OnStar e IntelliLink, o que leva a marca alemã a afirmar que este será o crossover compacto mais conectado do segmento.

RELACIONADO: Acompanha o Salão de Genebra com a Razão Automóvel

Após ter vendido mais de meio milhão de unidades na Europa, a marca alemã está decidida em dar não só uma nova imagem ao Opel Mokka X, mas também uma nova motorização:  um 1.4 Turbo a gasolina capaz de debitar 152cv herdado do Astra. Contudo, a «estrela da companhia» no mercado nacional continuará a ser o motor 1.6 CDTI.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos