Ferrari GTC4Lusso: o “cavallino rampante” de tração integral

O Salão de Genebra foi o palco para apresentação do sucessor do Ferrari FF, o novo Ferrari GTC4Lusso.

Foi esta semana apresentado em Genebra o substituto do único desportivo da casa de Maranello com tracção integral – no final do artigo vê o vídeo oficial do modelo gravado em Portugal. Além da uma nova designação Ferrari GTC4Lusso (anteriormente FF) a Ferrari adoptou o estilo “shooting brake” característico do modelo anterior, mas com uma aparência ligeiramente mais musculada e angulosa. De entre as principais modificações, destaca-se a dianteira redesenhada, entradas de ar revistas, spoiler no tejadilho e difusor traseiro melhorado – tudo isto a pensar na aerodinâmica.

RELACIONADO: O «outro lado» do Salão de Genebra que quase ninguém conhece

Dentro do habitáculo, o desportivo italiano adopta o mais recente sistema de entretenimento da Ferrari, um volante de menores dimensões (graças a um airbag mais compacto), melhorias nos acabamentos e outras pequenas alterações a nível estético.

Ferrari GTC4 Lusso (11)

RELACIONADO: Acompanha o Salão de Genebra com a Razão Automóvel

Mas a grande novidade é o incremento de potência do motor V12 de 6.5 litros, que debita agora 690cv e 697 Nm de binário máximo. Em conjunto com uma actualização de hardware e outras pequenas afinações, o desportivo italiano precisa agora de apenas 3.4 segundos (menos 0.3 segundos que o seu antecessor) para acelerar dos 0 aos 100km/h. A velocidade máxima mantém-se nos 335 km/h.

Ferrari GTC4 Lusso (2)

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter