DMC: as máquinas da preparadora alemã em Genebra

A casa de tuning DMC levou ao Salão de Genebra dois modelos em modo hardcore: Mercedes Classe G e Lamborghini Huracán.

O jipe alemão – apelidado de Zeus – já tinha sido apresentado no início deste ano, mas desta vez surgiu no certame helvético pintado de negro e com um aspecto ainda mais intimidador. Com base no Mercedes G63, a DMC redesenhou carroçaria – concebida integralmente em fibra de carbono – e acrescentou um novo pára-choques traseiro, cavas das rodas mais proeminentes, jantes de 24 polegadas e pneus Pirelli P-Zero Scorpion,

Quanto às motorizações, a preparadora alemã não se ficou por meias medidas: a DMC puxou os 571cv do bloco V8 5.5 litros da versão de série para uns exorbitantes 880cv, que tornam este modelo num forte candidato a Classe G mais hardcore de sempre.

genebraRA_DMC

A NÃO PERDER: Tragédia da Lagoa Azul foi há 30 anos | O fim dos Grupo B

Além disso, a preparadora deu a conhecer um outro projecto muito especial. O Lamborghini Huracán Jeddah Edition é uma versão refinada e mais agressiva do desportivo italiano. O motor V10 5.2 litros com 610cv foi também melhorado e passa agora a debitar 980 cv.

Por fora, o modelo foi equipado com uma dianteira mais robusta, saias laterais em fibra de carbono, difusor traseiro, jantes em alumínio de 22 polegadas e uma asa de grandes dimensões inspirada no Lamborghini Countach.

genebraRA_DMC_Lamborghini-Huracan

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos