Porsche Boxster: 20 anos a céu aberto

Num ano em que o Porsche Boxster comemora 20 primaveras, recordamos as origens do roadster alemão.

A história do Porsche Boxster remonta ao início da década de 90, naquele que foi talvez o período mais difícil para a casa de Estugarda. Nesta fase, a Porsche passava por um conjunto mudanças nos quadros da empresa, ao mesmo tempo que se fazia sentir uma quebra na receita. Ao que parece, a Toyota terá sido chamada para oferecer soluções para o processo de produção da marca.

Nesse sentido, era necessário sangue novo na gama Porsche, o que levou ao lançamento da primeira geração do Porsche Boxster (986, na imagem em baixo), que surge como uma evolução natural do Porsche 968. Desenhado pelo holandês Harm Lagaay, o roadster adoptou a mecânica, dianteira e interiores do Porsche 911 (996), lançado pouco depois.

Em comparação com os seus rivais – Mercedes-Benz SLK e BMW Z3 – o Boxster não se deixava intimidar. O motor 2.5l de 201cv permitia acelerações dos 0 aos 100km/h em 6.9 segundos e uma velocidade máxima de 240 km/h. A posição central traseira do motor “flat-six” proporcionava uma (quase) perfeita distribuição de peso e maneabilidade neutra. Nada mau para aquele que diziam ser apenas “uma alternativa mais económica ao Porsche 911″…

porsche-boxster-1996-1

VEJAM TAMBÉM: A evolução do Porsche 911 num minuto

Em 2004, foi apresentada no Salão de Paris a segunda geração do roadster alemão, designado por 987. Embora não apresentasse grandes diferenças em relação ao 986, o interior do habitáculo foi redesenhado e o motor melhorado: o bloco 2.5 l é substituido por um motor 2.7 l. Dois anos depois, a Porsche lança a versão coupé, o Cayman, que partilhava a mesma plataforma e por isso os mesmo componentes que o Boxster.

A terceira geração do Boxster (981) foi desvendada no Salão de Genebra, e destacava-se pelas especificações, melhorias estruturais significativas e maiores dimensões. Novo chassis, transmissão revista, motor melhorado e um design inspirado no Porsche 911 (991) foram as principais novidades. O motor mais potente – 3.4 litros, 315cv e 360 Nm – permitia acelerações de 4.8 segundos dos 0 aos 100 km/h e uma velocidade máxima de 277 km/h.

porsche-boxster-987-3-4i-s-295ch-54600

Agora, duas décadas depois, a Porsche lança uma nova geração do seu roadster, numa espécie de regresso às origens. O novo Porsche Boxster abdica dos motores flat-six atmosféricos em função de uma arquitetura de quatro cilindros opostos, igual à do Porsche 718 original. Aquele que era considerado apenas uma solução de recurso para recuperar as vendas é hoje um dos pilares da marca alemã. Parabéns Boxster, venham mais 20 anos.

Porsche Boxster “Love Story” – narrado por Patrick Stewart

Os anúncios do Porsche Boxster 986

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos