Nissan aposta na «dieta» dos seus veículos

A decisão da Nissan para o ano de 2016 é reduzir o peso dos seus veículos com a ajuda de materiais revolucionários.

A Nissan fez uma espécie de resolução de Ano Novo: reduzir o peso da sua gama de veículos. Para esse propósito integrou um consórcio de fabricantes de automóveis e organismos de pesquisa num programa apelidado, Programa de Excelência para Redução de Peso.

O programa tenciona produzir uma estrutura-modelo, que vai recorrer à utilização de materiais pioneiros na indústria automóvel – nomeadamente materiais da indústria aeroespacial – e que será utilizada no piso dos futuros veículos nipónicos.

“Os próximos 12 meses prometem trazer revoluções e não apenas resoluções, à medida que a nossa marca avança. Este programa é mais uma demonstração do compromisso da Nissan para com o desenvolvimento dos automóveis do futuro, já hoje.” | David Moss, Vice-presidente de Desenvolvimento e Design de Veículos do Nissan Technology Center Europe (NTCE)

VEJAM TAMBÉM: Nissan X-Trail Bobsleigh: o primeiro com sete lugares

Além do supramencionado Programa de Excelência para Redução de Peso, a Nissan envolveu-se ainda num programa de diminuição de massa dos seus veículos atuais, o que resultou numa “perda” de 90kg no novo Nissan X-Trail e 40kg no novo Nissan Qashqai.

No final, não só o peso dos veículos Nissan será óptimo. As performances serão naturalmente melhores, bem como o consumo de combustível que, ao ser mais baixo, vai compensar a crescente quantidade de tecnologia que será integrada nos veículos da marca japonesa.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos