Renault exige novas regras para os testes de consumo de emissões

Carlos Ghosn, CEO da marca francesa, garante que todos os fabricantes têm automóveis com níveis de poluição acima do limite.

Em entrevista à CNBC, Carlos Ghosn falou acerca das suspeitas de fraude nas emissões poluentes, assegurando que os modelos da marca não possuem qualquer tipo de dispositivo electrónico que altere os valores durante os testes. “Todos os construtores automóveis excedem o limite das emissões. A questão é quão longe estão da norma…”, afirmou Ghosn.

Para o responsável máximo da Renault, as recentes suspeitas e consequente queda das acções da Renault na Bolsa deve-se ao desconhecimento daquilo que são as performances em condução real. Para evitar confusões, o responsável da marca sugere novas regras, iguais para a toda a indústria e dentro daquilo que é aceitável para as autoridades.

VEJAM TAMBÉM: Renault Mégane Passion Days no Circuito do Estoril

Na última semana a Renault anunciou o recall a 15 mil veículos – Renault Captur na versão dCi 110 cv – para ajustes na calibração do controlo do motor de forma a reduzir as diferenças registadas nos valores em laboratório e em condições reais.

Fonte: Económico

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos