Renault anuncia recall a 15 mil veículos

O Renault Captur (na versão dCi 110) é o único modelo abrangido por este recall. A marca francesa reafirma que toda a sua gama respeita a regulamentação Europeia em vigor.

Na sequência das investigações levadas a cabo nas instalações da Renault, a marca anunciou hoje que vai chamar 15 mil veículos aos concessionários para proceder à calibração do controlo do motor de forma a cumprir os limites de emissões em vigor. O objectivo é reduzir as diferenças registadas nos valores apurados em laboratório e em condições reais de utilização.

Em nota enviada à Razão Automóvel, Ricardo Oliveira, diretor de comunicação da Renault afirmou que este problema apenas atinge o Renault Captur na versão equipada com o motor 1.5 dCi de 110cv. “Não estamos a falar do Captur em abstracto. Estamos a falar apenas dos Captur dCi 110 produzidos entre fevereiro (quando começou a produção) e agosto de 2015. A partir das produções de setembro o problema foi identificado – calibração do controlo do motor – e já está corrigido”, disse Ricardo Oliveira.

“O próprio governo francês já fez saber que as discrepância registadas nas emissões deste motor não terá resultado de uma acção intencional da marca.”

De acordo com este responsável, o número de viaturas afectadas em Portugal não deverá ultrapassar a centena de unidades. “Os clientes, como sempre nestes casos serão contactados individualmente. Não é preciso dizer que a intervenção não terá qualquer impacto sobre o desempenho do automóvel e será, claro, gratuita para o cliente“, concluiu.

A Renault reafirma que os seus automóveis não possuem nenhum defeat device. O próprio governo francês já fez saber que as discrepância registadas nas emissões deste motor não terá resultado de uma acção intencional da marca. Numa altura em que se fala que a Renault não é única marca com motores acima dos limites de emissões, outros construtores já se disponibilizaram a fornecer informações à comissão nomeada pelo governo francês para avaliação.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter