Bugatti Chiron: 1500 cavalos “apanhados” em ação

A Bugatti já confirmou que “Chiron” vai ser o nome do sucessor do icónico Veyron.

Depois da marca francesa ter anunciado o nome Chiron para suceder o modelo Veyron, em homenagem a Louis Chiron que correu pela Bugatti nas décadas de 20 e 30, não foi fácil conter os ânimos. As encomendas já vão para lá de uma centena e os “espiões” não perderam tempo para apanhar flagrantes delitos.

As imagens reveladas mostram a dianteira do novo Bugatti Chiron. Pára-choques ampliado, uma carroçaria bem mais musculada, faróis LED e piscas DRL incorporados. A traseira, completamente nova, conta com quatro tubos de escape em posição central, um difusor bastante agressivo e luzes traseiras duplas unidas por uma faixa LED.

RELACIONADO: Bugatti Chiron: mais potente, mais luxuoso e mais exclusivo

O instagramer max.knz confirmou as suspeitas de que o Chiron se inspirou no exterior do Bugatti Vision Gran Turismo. E, segundo relatórios oficiais, também mantém a tração integral utilizado pelo seu antecessor. 

Sobre as motorizações ainda só há rumores. Tudo indica que debaixo do capot estará uma «besta» de 8.0 litros W16 quad-turbo com quase 1500 cavalos (1479 cv para sermos precisos), que permitirá ao Chiron atingir a “modesta” velocidade de 450km/h e uma aceleração dos 0 aos 100km/h em pouco mais de 2 segundos.

O novo Bugatti Chiron será oficialmente apresentado ao público no Salão Automóvel de Genebra, em Março de 2016.

BugattiChironMule-06
Bugatti-Chiron-test-mule5

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias